Aniversário

Cidade natal de Karl Marx vende notas de 0 euro como souvenir

Considerada a cidade mais antiga da Alemanha, Trier comemora os 200 anos de seu filho mais ilustre, o "pai do socialismo". Moeda especial é uma das atrações

14:01 · 26.04.2018

Tente imaginar como era a vida de Karl Marx quando este ainda era uma criança, no interior da Alemanha. Difícil? Não para quem visita Trier, uma bela cidade que faz fronteira com Luxemburgo e tem entre suas atrações a casa onde viveu o "pai do socialismo".

Se vivo fosse, Karl Marx completaria 200 anos no dia 5 de maio. A data, claro, não vai passar em branco em sua terra natal. A cidade está aproveitando ao máximo o aniversário do homem que fez história com suas ideias. Entre os artigos feitos para marcar a ocasião, os turistas poderão comprar notas de zero euro, ilustradas com o rosto do sociólogo. O item, que não escapou da lógica capitalista e já virou objeto de desejo dos colecionadores, custa 3 euros.

Outro item comemorativo, que serve tanto para admiradores quanto para críticos de suas ideias é um pato de borracha barbado com uma cópia de "O Capital" debaixo de uma asa, representando Marx.

Ciente do potencial da data para atrair visitantes de várias partes do mundo, o Departamento de Turismo da cidade que fica a 200 km Frankfurt, está reforçando o estoque de notas. Até agora já foram vendidas cinco mil cédulas roxas, muito parecidas com notas verdadeiras de euro. Outras 20 mil estão sendo impressas como souvenir.

Turismo em Trier

Karl Marx passou os primeiros 17 anos de sua vida em Trier. Sua casa hoje funciona como museu e a cidade demonstra orgulho pelo seu morador mais famoso, embora alguns alemães responsabilizem suas ideias pela ascensão de ditadores comunistas e pela divisão do país durante a Guerra Fria.

Polêmica à parte, a cidade espera dobrar o número de turistas durante o mês de comemoração. Fundada pelo imperador romano Augusto, há mais de 2 mil anos, Trier já foi chamada de Augusta Treverorum. Com muitas heranças da época medieval, o destino chama atenção pela arquitetura antiga e por suas ricas histórias.

Um dos pontos mais famosos é o portal da cidade, a Porta Nigra, construído no ano 200 d.C.. Também vale a pena ver o Amphitheater (Anfiteatro Romano), Kaiserthermen (terma imperiais) e a Trierer Dom (Catedral de Trier). A cidade possui nada menos do que nove monumentos tombados como Patrimônio Mundial da Unesco

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.