Aponta pesquisa

Cai interesse em hospedagens compartilhadas

Viajantes estariam mudando perfil de consumo

16:02 · 21.06.2018 por Redação Diário do Nordeste
toronto
Mesmo que o interesse esteja baixo, 27% dos viajantes ainda pretendem reservar hospedagens compartilhadas no futuro

O interesse dos viajantes em hospedagens compartilhadas está em baixa. Segundo pesquisa da Portrait of American Travelers, da MMGY Global, somente 33% dos entrevistados demonstraram interesse em compartilhar acomodações econômicas, número abaixo dos 41% apontados em igual pesquisa no ano passado. Em 2016, quando o serviço era menos discutido, o índice era de 37%. 

Ainda conforme o estudo, 75% expressam interesse em grandes hotéis de marca, enquanto 66% estão interessados em propriedades com base em suítes e 61% querem hotéis de marca com serviços limitados - mais baratos e com menos serviços, mas com a qualidade das bandeiras superiores.

Entretanto, a pesquisa apontou que, quanto mais jovem, maior a probabilidade de o viajante aceitar acomodação compartilhada. Dentre os millennials, nascidos entre 1977 e 1995, 46% aceitariam ficar em uma hospedagem assim, seguidos pelos viajantes da Geração X (de 1965 a 1976), com 31%; e pelos baby boomers (de 1946 a 1964), com 22%.

Mesmo que o interesse esteja baixo, 27% dos viajantes ainda pretendem reservar hospedagens compartilhadas no futuro, acima dos 19% em 2017 e 18% em 2016. 

Três principais motivos foram apontados para a recusa de se hospedar em casas compartilhadas: dividir acomodações com estranhos (71%), preferência pela localização de hotéis (66%) e ainda a qualidade da hospedagem (50%).

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.