A partir de junho

Brasileiros poderão viajar para os Emirados Árabes sem visto

Começa a valer, no próximo dia 3 de junho, o acordo que dispensa a emissão de vistos para viagens entre Brasil e Emirados Árabes. Economia pode chegar a 476 dólares

15:49 · 18.05.2018
emirados
Entre destinos beneficiados está Dubai que se consolidou como a quarta cidade mais visitada do mundo

Em março de 2017, Brasil e Emirados Árabes Unidos assinaram acordo para garantir a dispensa do visto de viagem. Um ano e três meses depois, a medida entrará em vigor, garantindo que os turistas dos dois países possam permanecer nos destinos durante 90 dias a cada 12 meses. Atualmente o custo para emissão do visto chega a US$ 476

A nova legislação se destina a portadores do passaporte comum e deve resultar em uma maior fluxo de turismo entre os dois países. Vale lembrar que diplomatas e portadores de passaporte especial passaram a ser beneficiados desde a assinatura do acordo, no ano passado, durante a visita de Abdullah Bin Zayed Al Nahyan, Ministro de Negócios Estrangeiros e Cooperação Internacional dos Emirados Árabes, ao Brasil. O tratado foi aprovado pelo Congresso Nacional brasileiro no mês de novembro e acaba de ser ratificado pelos Emirados Árabes.

Mais barato

Para se ter ideia do impacto da nova medida, um simples visto de trânsito, válido por 96 horas, custa em torno de AED 200  (aproximadamente 54 dólares). A validade do documento é de apenas 14 dias a partir da data de emissão.

No caso do visto de turismo para 30 dias, o custo chegava a AED 330 (perto de 90 dólares). Para múltiplas entradas, o preço sobe para AED 650 (cerca de 176 dólares). A renovação também só poderia ser feita mediante pagamento de taxas. 

Em relação ao visto para permanência de até 90 dias, as tarifas chegam a AED 1750 (próximo a 476 dólares) para múltiplas entradas. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.