festa

Irlanda celebra a tradição do St. Patrick's Day

Supertições, cerveja e desfiles temáticos fazem parte da festa popularizada por imigrantes irlandeses

Catedral de São Patrício, em Armagh, na Irlanda do Norte. O templo erguido no alto de uma colina foi destruído e reconstruído 17 vezes. Atualmente é um dos mais visitados da Europa
00:00 · 08.03.2018
Apesar do frio nessa época do ano, a cidade de Galway costuma ser um dos pontos mais visitados da Irlanda durante a festa do padroeiro. As casas com teto alto de ardósia e colorido típico são uma atração à parte
Em Dublin e Belfast a data é comemorada com desfiles temáticos, muita festa e cerveja à vontade. O verde é a cor predominante e a maioria dos bares tem programação especial para receber os turistas

Os irlandeses já estão em contagem regressiva para a festa mais grandiosa do país: o Saint Patrick's Day, celebrado no dia 17 de março. Maior símbolo da cultura irlandesa, a comemoração vem conquistando cada vez mais adeptos em todos os continentes e, em 2018, promete "pintar" o mundo de verde - a cor de São Patrício.

Por toda Irlanda a data é comemorada com desfiles coloridos e teatrais, cheios de espetáculos e bandas internacionais, além de outros eventos que homenageiam a histórica figura e padroeiro do país. Os festivais, por sua vez, se estendem por uma semana com muita música, entretenimento e cerveja.

Este ano, o Brasil terá uma participação nos festejos: monumentos como a Catedral de Brasília e o Cristo Redentor serão iluminados de verde em alusão à data. Exagero? Nem tanto! Brasileiros têm se interessado cada vez mais pela cultura do país europeu, somando quase 10 mil pessoas que vão para lá todos os anos, com o intuito de aprender inglês, fazer curso superior, além do turismo. A maioria se encanta com a alegria da data mais importante do calendário da "Ilha Esmeralda".

Monumentos verdes

Além do Brasil, monumentos turísticos internacionais como o Opera House (Austrália), o Coliseu (Itália) e a Muralha da China também serão iluminados de verde para se unir às festividades, deixando expatriados saudosos e estrangeiros curiosos para viver de perto a experiência única de se vestir de verde e sair às ruas em uma das maiores celebrações do planeta.

Com cerca de 70 milhões de descentes ao redor do mundo, as tradições irlandesas se espalharam por todos os lados, e países como a Austrália e os Estados Unidos também contam com grandes eventos para quem quer comemorar.

História

Muita gente que festeja a data nos pubs, mundo afora, não sabe ao certo a história do Saint Patrick's Day. Para começar, 17 de março é a data da morte de São Patrício e, tradicionalmente, este é um dia para renovação espiritual.

Além disso, o primeiro desfile não aconteceu na Irlanda, e sim nos Estados Unidos. Foi lá que imigrantes irlandeses deram à data o nome e a importância que tem hoje, aproveitando-a para expressar o orgulho pelo seu país, sua alegria e tradições, vestindo suas cores e espalhando-as pelo mundo.

Outro fato curioso é que o santo não era de fato irlandês, mas foi levado para o país aos 16 anos como escravo, fugiu e retornou anos mais tarde para espalhar a palavra do Cristianismo. Os lugares por onde passou, no noroeste do país, formam um incrível roteiro turístico muito visitado por europeus e asiáticos.

História e natureza andam juntas em atrações como a cidade Armagh, onde fica localizada a majestosa Catedral de São Patrício. Segundo historiadores, a igreja, originalmente feita em madeira, foi fundada pelo próprio padroeiro e chegou a ser destruída e reconstruída 17 vezes.

Outros pontos que merecem a visita é a montanha Slemish e a charmosa cidade de Downpatrick. Outros destinos, fora do caminho da peregrinação incluem Belfast e Dublin, duas cidades cheias de histórias, bons restaurantes e pubs típicos. Já a litorânea cidade de Galway, é perfeita para quem adora aproveitar baladas e festivais.

Por falar em festa, no Dia de São Patrício, é tradição usar um pequeno trevo de quatro folhas e, no fim do dia, deixá-lo cair em seu último copo de cerveja ou de whisky, as bebidas tradicionais da ilha. A tradição é conhecida como "afogar o trevo". Reza a lenda que, fazendo isso, o ano será de prosperidade.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.