Festas em Santa Catarina - Tur - Diário do Nordeste

Tur

CIRCUITO DAS FESTAS

Festas em Santa Catarina

19.09.2008

No mês de outubro, Santa Catarina se transforma no melhor e mais animado destino turístico do País. Em diferentes cidades do Estado acontecem dezenas de festas típicas, de grande e médio porte, que chegam a reunir mais de dois milhões de pessoas. São as chamadas ´Oktoberfestas´

A dança, a música, a comida típica e o delicioso chope resgatam, nas festas de outubro, as tradições herdadas dos imigrantes alemães, italianos, portugueses, açorianos, austríacos, entre outras etnias, que formaram a base do povo catarinense.

Tudo começou com a Oktoberfest de Blumenau, com o propósito de levantar o ânimo de seus moradores abalados por duas grandes enchentes em 1983 e 1984. Depois de três edições, a festa estava consolidada e a partir de 1987 ganhou a simpatia nacional, passando a receber, em média, 750 mil visitantes a cada edição. O sucesso foi o ponto de partida para a criação de outros eventos do gênero em cidades próximas, que pela sua organização e interesse despertado na população local e nos turistas, permitiram consolidar um verdadeiro ´Circuito das Festas´ na Santa e Bela Catarina.

Não é difícil fazer todo o circuito. Em uma semana é possível visitar boa parte das festas, principalmente porque as distâncias entre as cidades sedes são pequenas, oscilando entre o máximo de 170 quilômetros e o mínimo 35 quilômetros de via rodoviária, entre as que se situam próximas do litoral.

É o caso de Blumenau, sede da Oktoberfest; de Brusque, com a Fenarreco; de Itajaí, com a Marejada; de Jaraguá do Sul, com a Schützenfest; de Joinville, com a Festa das Tradições; de Rio do Sul, com a Kegelfest; a Musikfest, de São Bento do Sul; a Bananenfest de Corupá e a Festa do Imigrante de Timbó. Mais para o interior acontecem a Tirolerfest, em Treze Tílias, no norte do Estado; a Oberlandfest, em Rio Negrinho e a Oktoberfest, em Itapiranga, próximo da divisa com a Argentina. Já na Capital, Florianópolis, ocorre a Fenaostra e próximo, em São Pedro de Alcântara, temos a Oktobertanz.

CIRCUITO DAS FESTAS

Tradição e animação em SC

Festas e mais festas. São tantas que foi criado o ´Circuito das Festas de Outubro de Santa Catarina´. Todas destacam o prazer de beber cerveja

Oktoberfest, Fenarreco, Marejada, Shützenfest, Kegelfest, Musikfest, Oberlandfest, Fenaostra, Tirolerfest, Festa do Imigrante, Bananenfest, Festa das Tradições, Oktoberfest de Itapiranga e Oktobertanz. Em todas, em comum, a mesma alegria, beleza e tradição vindas dos imigrantes alemães, italianos, poloneses, austríacos, portugueses, açorianos... Não existe idade para freqüentá-las. Agradam a todos, jovens, idosos, famílias e crianças.

Também não importa o seu tamanho. Da gigantesca Oktoberfest de Blumenau à tradicional Oktoberfest de Itapiranga, todas exaltam a música, o folclore, a gastronomia e o prazer de beber cerveja e chope entre amigos. E o que é mais importante: os visitantes são bem-vindos e recebidos com um sorriso e um brinde à moda alemã. Confira as informações sobre as maiores festas de Santa Catarina e no quadro, ao lado, a relação com o site de todas.

Oktoberfest

A Oktoberfest de Blumenau é a segunda maior festa da cerveja do mundo. Só perde para a de Munique, na Alemanha, na qual foi inspirada. A festa nacional dura mais de duas semanas, tem mais de 450 horas de música e recebe milhares de pessoas. Para os blumenauenses, representa a cultura e os valores preservados desde 1850, quando chegaram os primeiros colonizadores alemães no Vale do Itajaí.

Dezenas de bandas típicas, algumas vindas especialmente da Alemanha, animam os ´oktoberfesteiros´ nos quatro pavilhões da Vila Germânica (Parque da Oktoberfest). Milhares de litros de chope são consumidos por gente de todo o Brasil e de outros países, em clima de alegria e confraternização.

No centro da cidade, o espetáculo fica por conta dos desfiles alegóricos que encantam a multidão; do Bierwagen (carro da cerveja) distribuindo chope pelas ruas; da música das bandinhas típicas em cada esquina e do ´esquenta´ todas as tardes no calçadão da Rua XV de Novembro. Nos pavilhões, reina a folia e os shows das bandas alemãs, grupos folclóricos, concursos de tomadores de chope, pratos típicos, lojas de ´souvenir´, e é claro, a simpatia das ´majestades´ da festa, a rainha e as princesas da Oktoberfest.

Nos desfiles típicos que acontecem na Rua XV de Novembro, a descontração vem com alegorias e inventivas ´engenhocas´ como a Centopéia, uma superbicicleta com mais de 15 assentos em forma de barril; a Locopéia, réplica de uma locomotiva do início do século passado e a Bondepéia, cópia da antiga estação ferroviária de Blumenau. Estas alegorias compõem o Planetapéia, e junto à rainha e princesas da Oktoberfest, grupos folclóricos e representantes dos tradicionais clubes de caça e tiro germânicos atraem um público que vibra com o espetáculo.

Festa das Tradições

Resgatar e fortalecer a cultura de todas as etnias que contribuíram e contribuem para a formação de Joinville é o objetivo dessa festa. Nela são valorizadas as heranças culturais dos primeiros imigrantes alemães, suíços e noruegueses, que colonizaram a região, e os italianos que chegaram quase um século depois. Na festa é mostrado o mosaico cultural que hoje é Joinville, através da música, literatura, artes, dança, folclore e gastronomia.

A Festa das Tradições de Joinville também valoriza o convívio familiar, expondo a trajetória histórica da cidade, sessões de contos de histórias para o público infantil e o encontro de famílias tradicionais. A programação também é levada aos bairros da cidade com apresentações em áreas de circulação pública e exposição histórico-culturais nas escolas da rede municipal de ensino.

Fenaostra

Alavancada pelo cultivo da ostra, cuja produção anual já alcança a marca de mais de um milhão de dúzias, a Fenaostra mistura ingredientes irresistíveis para quem aprecia os deliciosos pratos à base de frutos do mar. A Fenaostra é a única promoção do gênero no País a reunir num mesmo espaço atividades nas áreas gastronômica, técnico-científica, econômica, artística e cultural, tendo como mote a maricultura. Durante 10 dias, os visitantes de Florianópolis terão à disposição atrações para diferentes públicos e gostos.

São cursos, concursos, workshops, seminários, feiras de produtos e serviços, jornadas de negócios, além de um amplo salão de gastronomia e de muita diversão, com artistas mostrando o melhor da música, teatro, dança, além do folclore regional.

Mais que uma festa, a Fenaostra é um cardápio de oportunidades, que gera impactos diretos no consumo e produção de ostras. Graças a esse desempenho, Florianópolis detém a liderança absoluta dos mercados do estado e do Brasil, com 1,2 milhão de dúzias, o que corresponde a 80% da produção nacional.

Marejada

O conhecimento gastronômico passado pelos primeiros imigrantes portugueses que pisaram nas terras catarinenses, em meados do século 17, se revela ao País todos os anos, no mês de outubro. É quando acontece a Marejada de Itajaí, a maior festa portuguesa e do pescado do Brasil. Durante 11 dias, a cidade de Itajaí se transforma.

A culinária luso-açoriana, juntamente com a música e a dança deste povo, volta às origens. O bolinho de bacalhau, a casquinha de siri e a sardinha na brasa são preparados com a simplicidade e o tempero utilizados há quase dois séculos.

Fenarreco

Brusque entrou no roteiro das ´Oktoberfestas´ em 1986, com a Fenarreco, que tem como atrativo um prato muito apreciado entre os descendentes de alemães do Vale do Itajaí: o ´Ente mit Rotkohl´, ou seja, marreco recheado com repolho roxo. A iguaria é degustada com purê de batatas, chucrute, molhos fortes e, naturalmente, um bom caneco de chope gelado.

Na Fenarreco, o visitante encontra um ambiente agradável para se divertir com segurança. O pavilhão principal é animado pelas bandas típicas regionais, numa mistura de polcas e ritmos brasileiros. Além do marreco com repolho roxo, a vila gastronômica serve outros pratos da culinária alemã, como o eisbein (joelho de porco), kassler (chuleta de porco) e o bockwürst (salsicha).

No piso térreo do pavilhão Maria Celina Inhof, local da festa, funciona o Mark Platz (praça do mercado), comum nas cidades européias onde as pessoas podem comprar produtos têxteis da região e lembranças como bonés, bottons, tiaras de flores, trajes típicos, camisetas, canecas, entre outros.

DADOS

1,2 milhão de dúzias de ostras são produzidas em Florianópolis, o que corresponde a 80% da produção nacional. A Fenaostra gera impacto direto no consumo e na produção de ostras no Estado.

SAIBA MAIS

25ª Oktoberfest - Blumenau 9 a 26/10 - www.oktoberfest
blumenau.com.br

30ª Oktoberfest - Itapiranga 17 a 19/10
www.itapiranga.sc.gov.br

23ª Fenarreco - Brusque
9 a 19/10
www.pmbrusque.com.br

22ª Marejada - Itajaí
9 a 19/10
www.marejada.itajai.sc.com.br

19ª Schützenfest - Jaraguá do Sul - 4 a 14/10
www.schutzenfest.com.br

19ª Kegelfest - Rio do Sul
4 a 11/09
www.kegelfest.com.br

18ª Festa do Imigrante
Timbó - 9 a 12/10
www.timbo.sc.gov.br

19ª Oberlandfest - Rio Negrinho - 5 a 7/10
www.oberlandfest.com.br

18ª Tirolerfest - Treze Tílias 10 a 19/10
www.trezetilias.com.br

10ª Musikfest - São Bento do Sul - 05 a 07/10
www.saobentodosul.sc.gov.br

10ª Fenaostra - Florianópolis 
20 a 08/10
www.pmf.sc.gov.br

8ª Oktobertanz - São Pedro de Alcântara - 26 a 28/09
www.deutschewelt.com.br

6ª Bananenfest
Corupá - 10 a 12/10
www.bananenfest.com.br

4ª Festa das Tradições
Joinville - 9 a 12/10
www.promotur.com.br

Mais informações:

A CVC está com pacote de 4 dias e 3 noites para Blumenau com aéreo via Florianópolis. Inclusos: 3 diárias de hospedagem com café da manhã e atividades (passeio aos principais pontos turísticos em Blumenau e um ingresso para os pavilhões da Oktoberfest). Consulte: www.cvc.com.br ou (85) 3462.2200.



Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999