Ceará - Piauí - Maranhão

Entre o azul do céu e um mar de emoções

A Rota das Emoções liga três Estados e envolve 14 municípios. Em destaque, o Parque Nacional de Jericoacoara, o Delta do Parnaíba e o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses

00:00 · 08.12.2016
ds
Em Jeri, a duna do pôr do sol reúne os turistas que chegam em busca de aventuras ( Foto: Hotel Jeri/divulgação )
dsa
No Parque Nacional de Jericoacoara, a Lagoa do Paraíso (acima) chama atenção de quem chega pela beleza do lugar. Na praia, o mar ganha o colorido das velas desde as primeiras horas até o pôr do sol ( Foto: Natinho Rodrigues )

A linha do horizonte, tracejada pelo colorido de velas e pipas, separa céu e mar na Rota das Emoções, roteiro turístico que integra 14 cidades nordestinas e propõe como destino nada menos do que três Unidades de Conservação do patrimônio natural. A cada parada, a aventura se renova.

Leia também:

>>Descubra as rotas turísticas do Ceará

>>Parque Nacional de Jericoacoara

>>Tesouros da fé e da natureza

>>Passeio pelas areias coloridas

>>Força dos ventos impulsiona a aventura

>>Praias paradisíacas na Costa do Sol Poente

>>Ecoturismo no alto da Serra

>>Ao sabor da história, entre sítios e casarões

Não é preciso esperar as férias chegarem. Na Rota das Emoções o Sol brilha o ano inteiro e reforça o convite a cada manhã. É só chegar e se surpreender com muita aventura, novas culturas, ecoturismo, boa gastronomia e hospedagens para todos os tipos de amantes da natureza. Além de rica, a rota é democrática.

No mapa, a rota liga Ceará, Piauí e Maranhão. Por isso mesmo a palavra emoção vem no plural. Ela remete à tripla aventura de visitar três Áreas de Conservação Ambiental num único roteiro, levando o turista a ter contato com a cultura de três estados do Nordeste brasileiro a partir do litoral.

Os pontos altos são o Parque Nacional de Jericoacoara (CE), o Delta do Parnaíba (PI) e o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA).

Além desses paraísos naturais, o roteiro apresenta ecossistemas variados e condições ideais para a prática de surfe, wind, kite, entre outros esportes náuticos. Por isso mesmo, a cada ano, cresce o número de turistas que chegam em busca das manobras perfeitas.

Mas não apenas isso! Toda a rota é envolta em muita aventura, tornando-se destino certo para os amantes do ecoturismo, do turismo de aventura e dos esportes ao ar livre.

Graças às parcerias bem-sucedidas e ao impacto positivo em diversos setores de desenvolvimento, a Rota das Emoções foi eleita, em 2009, o Melhor Roteiro Turístico do País. O título foi concedido pelo Ministério do Turismo durante o maior evento turístico da América Latina.

O roteiro integrado é resultado do Projeto Rede de Cooperação Técnica para a Roteirização - 1ª Edição, implementado pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Ministério do Turismo. Desde 2005, lideranças locais, empreendedores e entidades trabalham unidos para o desenvolvimento integrado da região.

No Ceará, os municípios que integram a rota são Cruz, Jijoca de Jericoacoara, Camocim, Barroquinha e Chaval. Chegando ao Piauí, o roteiro abrange Ilha Grande, Parnaíba, Luís Correia e Cajueiro da Praia. A jornada segue até as cidades maranhenses de Santo Amaro, Barreirinhas, Paulino Neves, Tutóia e Araioses. Juntas, as 14 cidades revelam um roteiro sustentável que integra natureza, aventura, cultura, artesanato e esportes relacionados ao vento e à água num convidativo cenário de sol e praia.

Ceará

Jericoacoara, em Jijoca, é considerada o grande ponto de partida da viagem. Além de ter uma das mais belas praias do mundo e de abrigar um parque ecológico nacional, a vila é um caldeirão cultural e ponto de encontro de turistas que chegam de várias partes do mundo.

Para hospedá-los, há desde hotéis cinco estrelas até os hostels e pequenas pousadas. Restaurantes com menus assinados por chefs estrelados, bares e lanchonetes garantem a variedade gastronômica e também a agitação nas noites de Jeri.

Mas, voltando às emoções, o fato é que boa parte dos visitantes chega em busca dos esportes náuticos. Por isso, as aulas de kitesurfe e stand up paddle fazem sucesso na vila. Os passeios de bugue e as caminhadas até as lagoas de águas cristalinas e à famosa "Pedra Furada" também são garantia de diversão.

Seguindo adiante, Camocim se apresenta como uma cidade desenvolvida e com ótimas opções de passeios pelas praias. Na ponta final do roteiro cearense, em Chaval, a pescaria de linha às margens do Rio Timonha é uma boa pedida antes de se começar a próxima fase da jornada.

Piauí

A emoção ganha novos contornos quando se chega ao Piauí, onde o turista tem a oportunidade conhecer mais uma unidade de conservação da natureza: o Delta do Parnaíba.

Trata-se do terceiro maior delta do mundo em mar aberto, perdendo apenas para o do Rio Mekong, na Ásia, e do Rio Nilo, na África.

das

No Piauí, o Delta do Paranaíba reserva novas aventuras como o passeio de "voadora" pelo rio até chegar ao igarapé do Guirindó (acima). A diversão no "Banana Boat" acontece na Lagoa do Portinho Fotos: Anchieta Dantas Jr / João Luis

Para apreciar o encontro do rio com o mar, é possível fazer um "tour", de lancha, pelo Rio Parnaíba até chegar ao igarapé do Guirindó. De lá, a viagem segue em canoa a remo, quando então é possível observar jacarés, macacos e outros animais. O passeio, conhecido como "Safári no Delta", tem duração de quatro a cinco horas e termina com a pesca de piranha.

Vale reservar um tempinho para conferir o artesanato piauiense. Merecem destaque as peças feitas com conchas e crochê no município de Cajueiro da Praia; os artigos produzidos a partir da fibra de taboa, em Luís Correia e, em Parnaíba, as rendas de Ilha Grande.

Maranhão

Santo Amaro e Barreirinhas, junto a outros municípios, fazem parte do Polo Parque dos Lençóis, que abriga o majestoso Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, criado em 1981. Ao todo, são 155 mil hectares de deslumbrante paisagem, com dunas de até 40 metros de altura e lagoas de água doce, cujas águas variam entre os tons de verde e azul.

São essas lagoas que conferem autenticidade ao Parque. Uma visão inigualável, fruto da ação da natureza ao longo de milhares de anos. As mais conhecidas são a Lagoa Azul e a Lagoa Bonita, famosas pelas condições de banho e pela riqueza natural. O Parque também apresenta áreas de restinga, mangue e uma faixa marinho-costeira, além do maior campo de dunas costeiras das Américas.

O que visitar

Ceará

Pedra Furada (Jijoca de Jericoacoara)

Lagoa do Paraíso Azul (Jijoca de Jericoacoara)

Barra dos Remédios (Barroquinha e Camocim)

Praia do Bitupitá (Barroquinha)

Ilha do Amor (Camocim)

Praia da Tatajuba (Camocim)

Piauí

Delta do Rio Parnaíba (Parnaíba)

Mercado da Quarenta (Parnaíba)

Lagoa do Portinho (Parnaíba)

Praia da Pedra do Sal (Parnaíba)

Lagoa do Sobradinho (Luis Correia)

Praia Barbaço (Cajueiro da Praia)

Maranhão

Lençóis Maranhenses (Barreirinhas e Santo Amaro)

Atins (Barreirinhas)

Balneário Cana Brava (Araióses)

Balneário da Ponta Grossa (Araióses)

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.