Ibiapaba

Ecoturismo no alto da Serra

A Rota da Ibiapaba é formada pelos municípios de Tianguá, Ubajara, São Benedito e Viçosa do Ceará

Em Tianguá, a prática de voo livre é uma das principais atrações da cidade Foto: Setur/Divulgação O ecoturismo ganha destaque no Parque Nacional de Ubajara, onde os visitantes têm uma visão panorâmica da região ( Foto: Fabiane de Paula )
00:00 · 08.12.2016

Grutas centenárias, trilhas íngremes cercadas por mata nativa, rampa de voo livre e banhos de cachoeiras são apenas algumas atrações que se destacam na Rota Turística da Ibiapaba, situada quase na divisa entre Ceará e Piauí.

Fomentada por entidades públicas e privadas, a rota cearense do ecoturismo fica a 300 Km da Capital, no noroeste do Estado. A região encanta pelo clima agradável, por histórias que remontam o Brasil colonial e por suas reservas naturais.

Leia também:

>>Descubra as rotas turísticas do Ceará

>>Entre o azul do céu e um mar de emoções

>>Parque Nacional de Jericoacoara

>>Tesouros da fé e da natureza

>>Passeio pelas areias coloridas

>>Força dos ventos impulsiona a aventura

>>Praias paradisíacas na Costa do Sol Poente

>>Ao sabor da história, entre sítios e casarões

Primeiro município criado na Serra da Ibiapaba, em 1882, Viçosa é uma cidade acolhedora que revela traços seculares através dos seus casarios e palacetes, nos quais é notória a influência da colonização francesa e portuguesa. Para conhecer a história do lugar, pode-se começar o passeio pela Igreja Nossa Senhora da Assunção, fundada em 1700 e construída por índios e jesuítas.

Patrimônio natural

Em Ubajara, os amantes do ecoturismo são atraídos pelo Parque Nacional. Com 563 hectares, o local abriga grutas, trilhas, cachoeiras e o teleférico que leva os visitantes ao encontro de belezas subterrâneas. O passeio pela gruta revela galerias com formações rochosas inusitadas como a Pedra do Sino e as salas das Rosas e das Sete Maravilhas.

Quem preferir, pode fazer o roteiro de 7 Km a pé, seguindo por trilhas, até a gruta. Os caminhos são íngremes e leva-se, em média, três horas para percorrê-lo. A recompensa é a passagem pelo Mirante da Gameleira que tem uma das vistas mais belas da região.

Já na divisa com o estado do Piauí, Tianguá tem boa infraestrutura para receber quem chega em busca de mais aventuras. O município é rico em cachoeiras, trilhas e mirantes. No Parque Ecológico da Floresta, boas opções são a Bica do Pinga e a Cachoeira de Sete Quedas.

A cidade também conta com uma pista de decolagem de voo livre com uma altura de 600 metros no Sítio do Bosco. O local conta com uma piscina natural e restaurante, além de área para camping e chalés.

Cidade das flores

Situada a 900m de altitude, São Benedito se integra à Rota da Ibiapaba de uma maneira curiosa: é considerada a Capital das Rosas. Na cidade, são colhidas oito toneladas de rosas e flores por semana e, atualmente, o município é o primeiro lugar do Brasil em exportações do produto.

Os passeios às floriculturas são muito populares entre os turistas que também aproveitam para conferir as belezas das cachoeiras da Mata Fresca e de São Cristóvão.

O que visitar 

Viçosa do Ceará

Igreja de Nossa Senhora da Assunção

Pedra do Itagurussu

Palácio Monsenhor Carneiro

Pedra do Machado

Casa dos licores

Polo Artesanal Igreja do Céu

Ubajara

Gruta de Ubajara

Cachoeira da Floresta

Morro do Céu

Mirante da Gameleira

Tianguá

Sítio do Bosco

Trilha da Cachoeira da Mangabeira

Rampa de Voo Livre

Casa da Memória

São Benedito

Cachoeira da Mata Fresca

Cachoeira de São Cristóvão

Reijers Produção de Rosas

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.