Digitalização da TV aberta

Transmissão analógica está com dias contados

O sinal analógico de Fortaleza será desligado no dia 26 de julho de 2017. Saiba se sua TV é digital e como você deve se preparar

00:00 · 20.03.2017 / atualizado às 08:43

Até 2018 todos os canais de televisão vão mudar para o sinal digital. O objetivo é dizer adeus para ruídos e interferências, possibilitar mobilidade e interatividade, além de imagem mais nítida e som de qualidade. Em Fortaleza, o sinal analógico será desligado no dia 26 de julho deste ano. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) criou um site para ajudar os usuários se preparem para o novo momento. Os aparelhos mais recentes, por exemplo, possivelmente têm um conversor embutido. Para ter certeza, basta conferir no menu, através do manual ou conferir o fabricante.

Se a televisão tiver o selo DTV, ela já está preparada para receber o sinal digital, basta conectar a uma antena digital. A TV de "tubo", no entanto, independente do ano de fabricação, não será digital. Nesse caso, um conversor terá que ser comprado pelo dono do aparelho. Do contrário, só verá chuvisco na tela. Todas as informações estão disponibilizadas no endereço virtual vocenatvdigital.Com.Br. Vale destacar que o site ainda traz uma lista de todos as televisões que já vem com o sinal digital.

O conversores de sinal analógicos, disponíveis em lojas de eletrônicos, variam entre R$ 100 e R$ 200. Os cearenses devem se programar para comprar o produto. Em São Paulo, por exemplo, de acordo com matéria publicada no jornal Estadão no último dia 12 de março, já está difícil achar o conversor devido à grande procura e falta de interesse dos fabricantes em fabricar a peça, já que a tecnologia é cara para eles e o retorno financeiro é baixo.

Beneficiários de Programas Sociais do Governo como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Tarifa Social de Energia Elétrica, entre outros, têm direito a um kit com antena e conversor. Para ter acesso ao seu, basta agendar no site vocenatvdigital.Com.Br.

José Carlos Façanha, do departamento de engenharia do Sistema Verdes Mares, ressaltou os benefícios do sinal digital. "A principal vantagem é a sua qualidade. No analógico, as televisões podem apresentar sombras, ruídos e fantasmas. Essas imperfeições não são vistas em um aparelho com sinal digital. Porém, existem outros benefícios, como a transmissão em dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Além do mais, a tecnologia de áudio 5.1 faz com que os aparelhos digitais apresentem mais canais, disponibilizando outras teclas de tradução sem ser o SAP, como o áudio descrição, desenvolvido especialmente para os deficientes visuais", pontua.

Fábio Ambrósio, diretor de programação da TV Verdes Mares, também frisa a qualidade de imagem. "Uma televisão convencional terá a mesma reprodução que um DVD, Blu-Ray, todas em Full HD. Em um comparativo, a linha de resolução do sinal digital é o dobro da linha do analógico, ou seja, o telespectador terá muito mais qualidade e nitidez no seu campo de visão. Além do mais, o sinal digital agrega mais interatividade ao público, pois em alguns televisores existe a possibilidade de acessar as grades de programação dos canais, sabendo o que está passando e/ou o que vai passar".

sa

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.