Tendência

Redes sociais são aliadas para alavancar marcas

Marcas dos mais variados segmentos apostam no WhatsApp e Instagram como ferramenta de negócio

00:00 · 25.06.2018 por Jacqueline Nóbrega - Repórter
Cocazzo
A marca cearense Cocazzo aposta em peças de linho e vende para todo o Brasil através do WhatsApp. A cidade de Miami é uma inspiração para os produtos da empresa
Image-0-Artigo-2415351-1
A Bem Leve Bolos nasceu do estilo de vida saudável de uma estudante de nutrição, Lígia Diógenes. As vendas acontecem através de direct do Instagram

Muito mais do que ter uma loja física, em tempos de rede social, é importante que as marcas invistam em perfis atualizados e que chamem atenção dos clientes em diferentes plataformas. Com o Facebook perdendo cada vez mais força, o Instagram e o WhatsApp viraram aliados na hora da venda de produtos, independente do segmento.

Beatriz Brasil é uma das responsáveis pela marca cearense Cocazzo, que tem como proposta oferecer aos seus clientes peças atemporais, de variados tamanhos, e feitas a partir do linho. Ela conta que o investimento de marketing da loja tem se voltado para estratégia com mídias sociais.

Além do showroom, localizado na Avenida Desembargador Moreira, as vendas acontecem via Instagram e WhatsApp. No caso do WhatsApp, a cliente interessada é respondida imediatamente e toda a negociação acontece através da plataforma, inclusive o pagamento. No caso da cliente que reside na Capital cearense, um motoqueiro entrega no mesmo dia os produtos solicitados. A Cocazzo, aliás, entrega peças para todo o Brasil.

"O WhatsApp se tornou uma ferramenta de extrema importância, pois é o link de rápido acesso e retorno entre cliente e showroom. A plataforma, hoje, é responsável por 60% de nossas vendas de varejo. Já no Instagram, 90% das vendas são resultados de fluxo de mídia gerado pela plataforma. Atualmente imagem e conteúdo são aspectos fundamentais para a saúde comercial de uma marca", explica Beatriz, que reside em Miami, nos Estados Unidos.

No feed do Instagram e no Stories da Cocazzo, além de fotos da própria Beatriz mostrando os looks da marca, que já existe há cinco anos, é possível ver influenciadoras digitais de diferentes perfis mostrando diversas propostas de combinações com as peças tradicionais da marca. "As influenciadoras têm um papel fundamental na divulgação de nossas coleções. O retorno se torna rápido e eficiente suprindo as necessidades de nossas clientes. A grande vantagem do Instagram é o contato mais próximo da cliente, saber o que ela está buscando, como podemos melhorar para suprir os desejos e transmitir todas as nossas ideias como marca", complementa Beatriz.

Apesar de ser o aplicativo de troca de mensagens instantâneas mais utilizado no Brasil, com mais de 120 milhões de usuários, a sócia da Cocazzo confirma que ainda existe receio por parte dos consumidores na hora de usar a plataforma para c ompra. "Porém isso deve ser mudado na forma que é conduzida a venda. Temos clientes em todo o Brasil, e não possuímos uma plataforma online. Todas as nossas vendas para fora de Fortaleza são feitas via WhatsApp".

A empreendedora ainda faz questão de destacar a importância do Stories. "Tanto o feed quanto o Stories são indispensáveis. O Stories te proporciona uma maior riqueza de detalhes e informações importantes. Já no feed a foto deve ser feita de forma conceitual ou fotos de nossas clientes vestindo Cocazzo junto com nossas influenciadoras".

Negócio digital

A Bem Leve Bolos não tem loja física em Fortaleza, mas reúne mais de 12 mil seguidores em seu Instagram. A proposta do empreendimento são comidinhas saudáveis, que vão desde brownie funcional a queijadinha e casadinho low carb. O negócio funciona 100% através do Instagram. O menu fica disponível nos destaques do perfil e os pedidos são feitos via direct. A encomenda deve ser feita com, no mínimo, 24 horas de antecedência, e deve ser retirada no endereço indicado no perfil.

O feed do Instagram funciona como a vitrine da marca, com fotos das delícias produzidas pela estudante de nutrição responsável pelo empreendimento, Lígia Diógenes, que conta com a ajuda de uma ajudante de cozinha. "A Bem Leve existe desde novembro de 2015, quando comecei com apenas dois produtos no menu. A ideia surgiu a partir da junção da minha paixão por bolos e pelo curso que faço. Procuro me alimentar de forma mais saudável e equilibrada e elaborei todas as receitas pensando em pessoas que buscam ter um estilo de vida mais saudável, sem abrir mão de comer coisas gostosas. Atualmente nosso menu conta com 15 produtos diferentes e duas linhas: funcional e low carb", afirma Lígia.

Ela explica que a rede social é seu canal de comunicação com os interessados pelos produtos da Bem Leve. Ela mesma criou a logomarca do negócio, assim como o layout das embalagens. Também é a própria Lígia que alimenta a página da empresa.

O WhatsApp, segundo ela, também é um aliado, já que tira dúvidas dos clientes através da plataforma, além de também receber pedidos. Para dar conta de tudo, Lígia define um horário de atendimento, onde se dedica a responder todas as mensagens que recebe.

"As vantagens de usar o Instagram são várias: baixo custo, grande alcance do meu público-alvo, as fotos ficam disponíveis como um 'catálogo de produtos' e feedback dos clientes nos comentários. A desvantagem está sendo o fato de que o Instagram agora está limitando o público de interesse do seu perfil, portanto o alcance das postagens fica mais comprometido", lamenta.

Por fim, Lígia diz que nos últimos tempos os Stories têm lhe dado um retorno maior. "É mais imediato", finaliza a estudante, reforçando que o brownie funcional é seu campeão de venda. "Ele é sem glúten, sem lactose e sem açúcar refinado".

Mais informações

Cocazzo

Instagram: @cocazzooficial

WhatsApp: (85) 99436.0064

Bem Leve Bolos

Instagram: @bemlevebolos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.