dados da ebit

Vendas online de celulares crescem 33% no primeiro semestre

Na Black Friday, 23% dos consumidores pretendem comprar produtos desta categoria

08:00 · 11.10.2017 / atualizado às 08:18
Mais de 4,4 milhões de celulares foram vendidos online no Brasil no primeiro semestre de 2017, alta de 33% em comparação com o mesmo período de 2016, apontam dados da Ebit, empresa referência em informações sobre o comércio eletrônico brasileiro. As vendas do e-commerce representam 18% dos 12,1 milhões de aparelhos comercializados no Brasil, segundo dados do IBC Brasil, que monitora as vendas do setor.

De acordo com o relatório Webshoppers 36, produzido pela Ebit, as vendas de celulares representaram 22,3% do faturamento total do e-commerce no primeiro semestre de 2017, com R$ 4,7 bilhões, e a 9,3% do total de pedidos (4,4 milhões). O tíquete médio da categoria, no período, foi de R$ 1.064.

Parte da expansão do mercado de celulares pode ser atribuída à democratização do acesso 3G e 4G no Brasil. Com isso, os smartphones cada vez mais desempenham o papel de principal ferramenta de acesso à internet, especialmente entre as classes B e C. "Não por acaso, a categoria telefonia e celulares foi a que registrou o maior crescimento no primeiro semestre de 2017, na comparação ante ao mesmo período do ano passado, com 33% mais pedidos e 43% de alta no faturamento", afirma Pedro Guasti, CEO da Ebit.

O monitoramento da Ebit aponta que a Samsung é a líder de vendas de celulares e smartphones no e-commerce, com 46% de participação, seguida por Motorola (19%), LG (16%), Apple (8%) e Asus (4%). As demais marcas somam 7%.

Black Friday

Para Pedro Guasti, CEO da Ebit, a tendência é de uma expansão maior no segundo semestre do ano. "A última metade do ano é sempre um período de vendas maiores no e-commerce, alavancadas por Natal e, principalmente, Black Friday. Com a consolidação da data no calendário brasileiro, cada vez mais brasileiros deixam para trocar de celulares e outros produtos de tíquete médio mais alto nesta época do ano, de olho nos descontos oferecidos pelos varejistas", disse.

A pesquisa de expectativa de consumo - Black Friday 2017, realizada pela Ebit aponta que 23% dos consumidores que pretendem comprar na data estão interessados na aquisição de celulares e smartphones. A expectativa é que o tíquete médio seja de R$ 1.236 (expectativa de compra de 1,5 itens por pessoa).

A Samsung lidera o top of mind de intenção de compra dos consumidores na Black Friday, com 38%, seguida por Apple (22%), Lenovo (20%), LG (6%), e Asus (4%).

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.