Contra fake news

Twitter suspendeu 70 milhões de contas suspeitas em dois meses, diz imprensa

As redes sociais, Twitter e Facebook, desenvolveram regras mais estritas para evitar as propagandas políticas após receberem críticas por falta de ação contra a proliferação de notícias falsas

13:29 · 07.07.2018 por Agence France-Presse
Twitter
A média de suspensões é de mais de um milhão de contas por dia. ( Foto: reprodução/Twitter )

O Twitter suspendeu em dois meses mais de 70 milhões de contas suspeitas de propagar informações falsas, em meio a sua luta contra as atividades maliciosas, assegurou o Washington Post neste sábado (7).

Segundo o jornal americano, que cita dados confirmados pela rede social, a média de suspensões é de mais de um milhão por dia e teve seu auge em meados de maio, quando mais de 13 milhões de contas duvidosas foram suspensas em apenas uma semana.

A tendência se mantém em julho, de acordo com o jornal.

As principais redes sociais, com Facebook e Twitter no topo, desenvolveram regras mais estritas para as propagandas políticas, após as críticas recebidas por sua falta de ação diante da proliferação de informações falsas durante a campanha eleitoral americana de 2016. Em muitos casos as mensagens foram publicadas por "bots" (contas automáticas) ou de contas na Rússia.

LEIA MAIS

> Eliminação do Brasil é o assunto mais tweetado da Copa 2018 

Em fevereiro, a Justiça americana acusou 13 cidadãos russos de terem participado de "uma guerra de informação" contra os Estados Unidos nas redes sociais para favorecer Donald Trump contra Hillary Clinton.

O "Twitter está se desfazendo de contas falsas em uma velocidade recorde", escreveu neste sábado o presidente americano na rede social que usa diariamente, e questionou se o New York Times e o Washington Post, dois jornais que ataca com frequência pela cobertura de suas políticas, farão parte do lote.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.