músicas

Spotify é processado por direitos autorais de clientes de gravadora

De acordo com a gravadora, a plataforma não se preocupa suficientemente em averiguar os direitos autorais das músicas

09:36 · 04.01.2018 / atualizado às 10:01
spotify
Foto: Divulgação

O ano de 2018, para o Spotify, não começou tão bem. A empresa de streaming está sendo processada pela gravadora Wixen Music, que afirma que o Spotify está reproduzindo milhares de músicas sem o consentimento dos responsáveis pelas canções. 

A Ação judicial cita, como exemplo, canções de Tom Petty, The Doors, Neil Young e Weezer. A Wixen Music está pedindo o pagamento de US$ 1,6 bilhão por danos.De acordo com eles, os clientes da gravadora representam de 1% a 5% das canções distribuídas pela pataforma de streaming.

A gravadora afirma ainda que o Spotify não se preocupa suficientemente em averiguar os direitos autorais das músicas.

Em julho do ano passado, a empresa foi processada por artistas por conta dos direitos autorais de 2,5 mil músicas. Há registros de ações semelhantes que aconteceram também em 2015 e 2016. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.