Feliz natal!

"Siga o Papai Noel" com a ajuda do Google

A "Vila do Papai Noel" está aberta com diversos jogos e brincadeiras, com um novo diariamente até a véspera de Natal

No topo da página, uma contagem regressiva para a decolagem do bom velhinho está em execução ( Imagem: reprodução )
09:58 · 07.12.2017

Assim como faz anualmente, já está no ar o hotsite "Siga o Papai Noel" na página inicial do Google. No topo da página, uma contagem regressiva para a decolagem do bom velhinho está em execução e, enquanto espera pelo grande dia, o usuário tem à disposição diversos jogos e brincadeiras para se divertir até a noite do dia 24. Para visualizar o convite, basta entrar na página inicial do buscador em www.google.com.br e procurar pelo ícone no canto inferior. 

Este é o 13º ano que o Google coloca o seu "localizador" no ar. A brincadeira começa todo dia 1º de dezembro, quando a "Vila do Papai Noel" abre suas portas. Enquanto a contagem regressiva para a partida do "Bom velhinho" acontece, os usuários podem jogar, testar seus conhecimentos em programação, criar projetos de arte, exercitar seus conhecimentos de geografia e aprender mais sobre inteligência artificial e aprendizado de máquina. No dia 24, o localizador é ativado e os usuários podem seguir o Papai Noel durante sua volta ao mundo usando computador, tablets, smartphones e Chromecast. 

Das 26 brincadeiras, quatro foram liberadas com o hotsite: "Competição de embrulhos", "Tradições de fim de ano", "Laboratório de códigos" e "Aeroporto do Polo Norte". Até a véspera de natal, um novo jogo será ativado diariamente até o dia 23. Até o momento já foram liberados: "Crie um floco de neve", "Traduções", "Um dia no museu", "Tela do Papai Noel", "Dança dos Códigos" e "Pula pula de presentes".

Junto do hotsite, também foi liberado um aplicativo exclusivo para Android, que oferece ao usuário jogos que não estão presentes na página da web, como Santa Snap, Present Quest, City Quiz, Pinguin Swim e Snowball run.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.