Expedição digital

Programa mostra como realidade virtual e robótica podem melhorar a rotina de pessoas com deficiência

O "Como Será?" vai ao ar neste sábado (14), às 7h

O programa é apresentado por Sandra Annenberg ( Foto: Globo/Divulgação )
07:53 · 13.04.2018 / atualizado às 07:56

O "Como Será?" deste sábado (14) traz diferentes olhares sobre a rotina enfrentada por pessoas com deficiência. Na série "Expedição Digital", Renato Cunha apresenta iniciativas que utilizam realidade virtual e robótica para melhorar a vida destas pessoas. Em Recife, ele conversa com um grupo de pesquisadores que criou um sistema que possibilita fazer fisioterapia com monitoramento à distância. Desenvolvido para ajudar os cegos nas ruas, o cão guia Lysa é um cão robô que funciona por cerca de oito horas, com bateria. Através de tecnologias como sensores de altura, ele identifica obstáculos e orienta seu dono sobre o caminho.

Por fim, Renato mostra o funcionamento do aplicativo Cagame Maker, que funciona como instrumento de aprendizado de crianças com Síndrome de Down, déficit de atenção e autismo. O jogo ensina tarefas domésticas simples, que podem ser adaptadas de acordo com a necessidade de cada um. Ele foi criado para pais, médicos e educadores terem mais uma ferramenta de inclusão de crianças.

Já a repórter Júlia Bandeira lança um olhar diferente sobre histórias de superação. Ela conversa com os familiares de pessoas com deficiência sobre as dificuldades enfrentadas por quem acompanha a rotina de cuidados de muito perto. Entre os entrevistados está a da dançarina Karina Vargem. Ela foi diagnosticada com artrite reumatoide e vive em uma cadeira de rodas desde os cinco anos. Hoje, Karina está em um estágio avançado da recuperação e conta com apoio dos pais, com quem mora. 

O quadro "Qual vai ser?" apresenta o dilema do estudante Thiago Castellani. Com 17 anos, ele tem dúvidas de qual carreira seguir, já que acaba de terminar um curso técnico em Mecatrônica, mas sua paixão é a Biologia Marinha. No quadro, Thiago tem a chance de experimentar um dia na vida de um profissional de Engenharia Mecatrônica (sugestão dos pais), Biologia Marinha (sua escolha) e Geografia (indicação da orientação profissional). No estúdio, o estudante conversa com Sandra Annenberg e com a orientadora Giselle Welter antes de revelar sua decisão.

A rotina de um resort é tema do "Hoje é dia de...". Alexandre Henderson acompanha o dia a dia dos funcionários que formam a estrutura de um empreendimento dessa natureza. Ele conhece o trabalho da nutricionista, do chef, de uma engenheira agrônoma, de uma professora de educação física e do gerente de relações públicas, todos responsáveis – cada um na sua função – pelo funcionamento do resort. O programa vai ao ar às 7h.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.