via whatsapp

Novo golpe promete cupom grátis para combos do McDonald's

A campanha maliciosa oferece cupons gratuitos sob a justificativa de comemorar o 78º aniversário da marca

09:50 · 30.08.2018 / atualizado às 10:05

Um novo golpe envolvendo a promessa de cupons promocionais para a rede de fast food McDonald's tem se espalhado entre usuários do WhatsApp. A campanha maliciosa oferece cupons gratuitos de dois combos sob a justificativa de comemorar o 78º aniversário da marca.

As vítimas recebem uma mensagem no aplicativo com um breve texto explicativo e um link para a suposta promoção. Ao clicar no link, os usuários são direcionados para uma página informando que foram selecionados para participar da pesquisa do McDonald’s e receber um cupom para dois combos da sua escolha.

Novo golpe promete cupom grátis para combos do McDonald's

Foto: Reprodução/ Kaspersky Lab

A página da suposta promoção informa quantos cupons restam e o passo a passo para garantir um cupom. Há a instrução de que a pessoa deve compartilhar a 'promoção' com todos os amigos e grupos do WhatsApp. Os passos seguintes falam que a vítima será automaticamente redirecionada para receber o cupom e que receberá, via sms, um código de validação. 

Imediatamente após compartilhar o link com seus contatos no WhatsApp, o site fraudulento pode, por meio de uma série de redirecionamentos, encaminhar o usuário para sites que oferecem serviços premium, instalação de aplicativos legítimos no sistema pay-per-install, direcionamento para sites cheios de propaganda ou mesmo oferecer a instalação de um aplicativo malicioso.

Como em outros golpes, a campanha maliciosa utiliza-se de um tema popular e do reconhecimento social de uma marca para se propagar.

O domínio utilizado no golpe (mobez.info) já foi utilizado anteriormente para hospedar outras campanhas maliciosas disseminadas via WhatsApp. Ainda não existem números de vítimas do caso. Com informações da Kaspersky Lab.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.