Avanço da robótica

Empresa vai substituir 10 mil funcionários por robôs

A Foxconn afirma que vai investir US$ 342 milhões em equipamentos e processos para melhorar o uso da inteligência artificial e de robôs em suas fábricas

08:55 · 15.02.2018

A Foxconn vai cortar cerca de 10 mil postos de trabalho em suas fábricas na China. De acordo com relatórios fiscais, a empresa vai usar seu braço de produção de displays Innolux para isso, saindo de 60 mil trabalhadores para 50 mil até o fim deste ano. O avanço da robótica é o motivo da substituição.

A Innolux é responsáve por abastecer algumas das principais empresas de tecnologia do mundo, como HP, Dell, Samsung e LG

Os postos afetados são alguns dos que ganham salários mais baixos na cadeia de produção de equipamentos eletrônicos, cerca de US$ 400 para turnos de 12 horas. 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.