em julho

Casa impressa em 3D na França deve ser a primeira a receber moradores

O trabalho do robô impressora foi erguer as paredes ocas da casa usando um um polímero especial, que foram posteriormente preenchidas com concreto para garantir o isolamento

Caso o projeto desperte o interesse de investidores, o imóvel de 95 m² e cinco cômodos pode ser a primeira de muitas do tipo na França ( Foto: reprodução / YouTube )
08:44 · 12.04.2018

Pesquisadores da Universidade de Nantes, na França, revelaram a primeira casa construída com uma impressora 3D que deve ser capaz de receber moradores. A impressora 3D robô, batizada de BatiPrint3D, precisou de 18 dias para finalizar sua parte da construção. Os novos moradores devem se mudar em algum momento de julho deste ano. 

O trabalho do robô impressora foi erguer as paredes da casa usando um um polímero especial. Apesar de ocas, as paredes foram posteriormente preenchidas com concreto para garantir o isolamento. Vários sensores foram instalados para monitorar umidade, qualidade do ar e temperatura, além de outros equipamentos para analisar as propriedades térmicas da construção. Com tudo isso, os pesquisadores afirmam que os moradores poderão economizar energia.

Caso o projeto desperte o interesse de investidores, o imóvel de 95 m² e cinco cômodos pode ser o primeiro de muitas do tipo na França. Ainda em Nantes, autoridades planejam mais projetos de construções impressas em 3D, como um edifício de recepção pública e até um condomínio. A propriedade será disponibilizada para alguma família local de Nantes que preencha os critérios de elegibilidade para ser contemplada por programas de habitação social.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.