Parceria

Caixa lança assistente de voz em plataforma do Google

O recurso traz os resultados de todas as modalidades das Loterias, sempre com informações do sorteio mais recente, além da busca por sorteios anteriores

10:57 · 05.07.2018

A Caixa iniciou os testes para oferecer aos seus clientes o primeiro assistente pessoal por voz do mercado bancário, desenvolvido pelo banco em parceria com o Google. A versão inicial, disponível no Google Assistente para os celulares Android e iOS, traz os resultados de todas as modalidades das Loterias, sempre com informações do sorteio mais recente, além da busca por sorteios anteriores.

Serão oferecidas também outras informações públicas, como o calendário de pagamentos do PIS e taxas de câmbio, por exemplo. O objetivo é que, após as fases de testes, os clientes possam usufruir de serviços mais exclusivos no assistente de voz, como solicitação de fatura para pagamento do cartão de crédito, confirmação de saldo e até a realização de pagamentos.

O vice-presidente de Tecnologia da Caixa, José Eirado, destaca que o projeto integra os tradicionais serviços do banco a novos modelos de negócio. "Tudo isso em concordância com o que o mercado vem fazendo, permitindo que a Caixa se posicione no mercado como instituição moderna e inovadora", ressalta.

A inicialização do serviço começa com a frase "Ok Google", abrindo uma imensidão de possibilidades. Após essa inicialização, os usuários podem chamar a Caixa pela frase: "falar com assistente Caixa". A partir daí, as perguntas podem ser realizadas em linguagem natural e serão progressivamente aprimoradas pela inteligência cognitiva da plataforma.

Segundo o vice-presidente de Clientes, Negócios e Transformação Digital da Caixa, Paulo Henrique Bezerra, os usuários poderão conversar por meio do assistente pessoal onde estiverem e quando quiserem. "Os usuários vão incorporar no seu dia a dia o comando de serviços por voz de forma natural, permitindo a execução de serviços financeiros sem impacto em suas tarefas cotidianas", diz.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.