Indústria aeronáutica

Brasil receberá testes do Uber Air ao longo dos próximos 5 anos

O serviço pretende oferecer transportes aéreos através do aplicativo

19:07 · 30.08.2018 / atualizado às 20:38
Uber Air
O novo recurso consiste em uma rede aérea de transporte compartilhado, desenvolvido em conjunto com parceiros da indústria aeronáutica. (Foto: Divulgação; Uber)

O Brasil foi um dos cinco países selecionados pela Uber para receber os testes do serviço Uber Air ao longo dos próximos 5 anos. Austrália, Índia, Japão e França foram os outros anunciados nesta quinta-feira (30).

O novo recurso do aplicativo consiste em uma rede aérea de transporte compartilhado, desenvolvido em conjunto com parceiros da indústria aeronáutica. Os serviços integram o programa Uber Elevate, que cria o compartilhamento urbano aéreo no mundo todo.

O objetivo da empresa é permitir que, dentro de aproximadamente 5 anos, usuários de algumas cidades possam apertar um botão e embarcar em um vôo. Para isso, a Uber reuniu uma rede de parceiros, dentre eles, fabricantes de aeronaves, desenvolvedores imobiliários e desenvolvedores tecnológicos entre outros.

No Brasil, a cidade do Rio de Janeiro e o Estado de São Paulo, onde está a principal operação da Embraer no mundo, são dois dos maiores pólos da empresa no mundo, e, por acaso, também são lugares com grandes frotas de helicópteros, sinalizando “uma demanda clara para o serviço aéreo compartilhado”, de acordo com a Uber.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.