De novo

Aplicativo de testes expõe dados de 120 milhões de pessoas com contas vinculadas no Facebook

Rede social, por sua vez, justifica que o que ocorreu foi "uma vulnerabilidade no website da 'nametests.com' e que o Facebook trabalhou em conjunto com os desenvolvedores para resolver o problema"

13:06 · 29.06.2018 / atualizado às 13:07
facebook
( Foto: Arquivo Diário do Nordeste )

O site chamado NameTests, que tem um aplicativo de mesmo nome com testes com contas vinculadas com o Facebook, deixou exposto dados de 120 milhões de pessoas que tem contas nas rede social. 

A falha foi divulgada pelo pesquisador Inti De Ceukelaire e foi detalhada em um texto na plataforma Medium.

De acordo com matéria do site Exame, o "NameTests exibia informações em JavaScript e elas poderiam ser coletadas por pessoas com conhecimento nessa linguagem de programação. Dados como fotos, publicações, lista de amigos e informações privadas poderiam ser acessadas por pessoas ou empresas sem o devido consentimento de seus donos".

O Facebook se pronunciou sobre o caso e justificou que "o que ocorreu foi uma vulnerabilidade no website da 'nametests.com' e que o Facebook trabalhou em conjunto com os desenvolvedores para resolver o problema".

"Um pesquisador chamou nossa atenção para uma questão no site nametests.com por meio do nosso programa Data Abuse Bounty, que lançamos em abril para encorajar denúncias envolvendo dados do Facebook. Trabalhamos com a nametests.com para resolver a vulnerabilidade em seu site, que foi concluída em junho", disse Ime Archibong, vice-presidente de Parcerias de Produtos do Facebook.

O vazamento surge no mesmo ano em que cerca de 50 milhões de pessoas, inclusive brasileiros, tiveram suas informações vazadas para a empresa de marketing político Cambridge Analytica por meio de testes de personalidade na rede social.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.