Talentosa e engajada

Conhecida por seu papel como Hermione Granger, Emma Watson interpreta a primeira princesa moderna da Disney, em sintonia com sua luta em diversas causas sociais, como a defesa dos direitos das mulheres

00:00 · 11.03.2017

A primeira princesa moderna do estúdio Disney. Esse será o papel da atriz parisiense Emma Watson, que interpreta a protagonista em "A Bela e a Fera", com estreia nos cinemas do Brasil no próximo dia 16.

Segundo o diretor Bill Condon, Emma não será uma princesa que estamos acostumados a ver. "Ela realmente é a primeira princesa moderna da Disney, que não quer ser uma princesa, é alguém que está mais interessada em descobrir quem é, em vez de querer encontrar um marido para casar", disse em entrevista recente ao site E! Online.

Emma também está muito satisfeita com seu papel na nova versão do clássico, já que se identifica muito com a princesa da história, por sua independência e curiosidade. Foi isso que a fez aceitar o convite, depois de, em 2015, ter recusado interpretar "Cinderela" na nova adaptação do conto, como afirmou em entrevista à agência EFE.

Causas sociais

A atriz de 26 anos também é a Embaixadora da Boa Vontade pela ONU Mulheres, posto alcançado devido sua luta feminista e envolvimento na defesa dos direitos da mulheres. Além disso, é também representante da ONG HeForShe, entidade criada pela ONU Mulheres para promover a igualdade de gênero e o empoderamento das mulheres.

As fotos recentes que a artista fez para a revista Vanity Fair, em que aparece seminua, geraram polêmica em relação ao seu engajamento na causa. Alguns comentários indagavam como a celebridade poderia defender as mulheres e sair "com parte dos seios de fora" na revista.

Diante dos comentários negativos, Emma disse que o feminismo dá poder de escolha às mulheres, e não é "uma vara para bater em outra mulher", mas trata-se de liberdade, libertação e igualdade; e que seus seios não têm nada a ver com isso.

Em 2016, Watson também criou um clube virtual de livros feminista, o "Our Shared Shelf", no qual um livro é escolhido para ser lido e debatido na última semana de cada mês. Além disso, para incentivar a leitura, ela espalhou 100 livros feministas no metrô da de Londres.

A moda sustentável também é uma das preocupações da atriz e ativista. No Instagram, Emma criou o perfil "The Press Tour", onde descreve os looks que utiliza nos eventos de divulgação de A Bela e a Fera. Todas as roupas se encaixam no conceito de moda sustentável. Nas legendas, há informações e detalhes sobre os materiais usados nas peças e o compromisso ecológico e humanitário das empresas responsáveis pelas criações que ela veste.

Eterna Hermione

Emma ficou mundialmente conhecida por seu papel interpretado durante 10 anos nos oito filmes da saga Harry Potter, na pele da inteligente e astuta Hermione Granger, que, ao lado de Harry Potter (Daniel Radcliffe) e Rony Weasley (Rupert Grint), formava o trio queridinho e inseparável. O primeiro filme estreou em novembro 2001 (quando ela tinha apenas 9 anos), e o último, em julho de 2011.

E, assim como a Bela da Diney, Emma também tem semelhanças com a personagem que interpretou durante tanto tempo. Em entrevista recente ao programa americano de Jimmy Kimmel, ela revelou que, durante os bastidores das filmagens do primeiro filme da franquia, "Harry Potter e a Pedra Filosofal", tinha o hábito de decorar as falas de seus colegas e sussurrar dicas para eles - um comportamento típico da inesquecível Hermione Granger.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.