prêmio

Selena Gomez: Mulher do ano

A cantora Selena Gomez recebeu o título de "Woman Of The Year", na premiação "Women In Music", da Billboard

00:00 · 09.12.2017

Lady Gaga e Beyoncé foram algumas das grandes artistas já agraciadas pela Billboard com o título de "Mulher do Ano". O posto, ocupado pela rainha do pop, Madonna, desde o ano passado, agora pertence a Selena Gomez, escolhida pela plataforma como a mulher de 2017. Os motivos? Bem mais do que óbvio talento musical. Mas essa não foi a única conquista de Selena.

O ano também foi de superações: além de ser portadora de lúpus, a cantora desenvolveu alguns transtornos psicológicos (crises de pânico e ansiedade) e chegou até a anunciar uma pausa na carreira. Ainda assim, ela conseguiu figurar nas paradas de sucesso com os hits "Bad Liar", "Fetish" e "It Ain't Me".

Selena ainda surpreendeu saindo da zona de conforto. Ela participou da produção executiva do sucesso "13 Reasons Why", série original da Netflix que aborda temas como suicídio e depressão.

Notável

Uma das mais marcantes características de Selena é o seu profundo envolvimento com a filantropia. Em 2009, ela foi oficialmente nomeada embaixatriz internacional do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), instituição para a qual Selena já havia trabalhado anteriormente, em prol de crianças e adolescentes.

Carreira

Nascida em 1992, Selena Gomez estreou na TV na série infantil "Barney e Seus Amigos", no início dos anos 2000. A projeção internacional veio com a série da Disney "Os Feiticeiros de Waverly Place", que antecedeu sua entrada no mundo da música.

Aos 25 anos e no auge da carreira, Selena acumula mais de seis milhões de álbuns vendidos, parcerias de peso na música e na moda (Adidas e Coach, para mencionar algumas) e representa a promessa de um sucesso cada vez mais crescente - e merecido.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.