CAPA

Poderosas peruas

18:49 · 17.04.2010
( )
Espalhafatosas, extravagantes, multicoloridas, chamativas, consumistas. Esses são alguns dos adjetivos que se enquadram perfeitamente no perfil de mulheres peruas. Elas formam um verdadeiro exército e são, facilmente, reconhecidas. Por que? Porque o visual chama a atenção, com modelitos e acessórios que fogem de tudo o que é básico. Jovens ou balzaquianas, são ousadas e não se preocupam com os olhares e comentários críticos.

O tipo perua vive em função da sua vaidade. Consumir é o verbo mais conjugado por essa tribo. Gastam o que têm e o que não têm em vestidos, joias, bolsas, sapatos e numa infinidade de acessórios para se enfeitarem. São antenadas com as novas tecnologias da beleza estética e consomem tudo que é cosmético que possa lhes deixar mais belas e charmosas.

O estilo perua já é considerado uma instituição nacional, tendo até conquistado espaço privilegiado na telinha que lhe dedicou uma novela sobre elas (Perigosas Peruas, da Rede Globo, em 1992). No mundo virtual, existem centenas de comunidades no Orkut, o que comprova que se proliferam cada vez mais. De certa forma, o gênero perua habita em algum lugar na alma feminina, só que umas assumem e outras , não.

Tipos

De acordo com os especialistas no assunto, existem diferentes tipos de perua. A louca: aquela que é capaz de vestir um modelito oncinha misturado com tigrinho, leopardo e zebrinha tudo ao mesmo tempo, e se achar linda; a séria: aquela que põe joias, badulaques e penduricalhos e ainda se acha discreta; a pobre: aquela que tenta de toda a forma imitar a Hebe Camargo, mais só consegue se parecer com o Tiririca; a rica: a que gasta milhões em joias e distribui as coitadinhas umas por cima das outras por todo o corpo vestido da mais bela mistura de xadrez graúdo com floreado miúdo.

Em um dos programas Saia Justa, do canal fechado GNT, a roqueira Rita Lee conseguiu listar vários tipos de peruas e suas fiéis representantes. Segundo ela, "perua é a fêmea que é capaz de tudo para chamar a atenção dos outros animais da floresta". A seguir, alguns nomes da lista e as características de cada uma.

Porreta: Hebe Camargo, que, vestida com seus diamantes verdadeiros, preocupou-se em salvar um cachorrinho vira-lata da carrocinha. Gostosa: Luma de Oliveira, cujo high light é só no Carnaval. O resto do ano ela se dedica a obras de caridade. Triste: Xuxa, uma princesa bilionária que vive presa em um castelo de marfim. Caridosa: Vera Loyola, que, como ex-emergente, relembra das origens humildes e oferece pães aos pobres. Intelectual: Marília Gabriela, cabeça pensante invejada por nove entre dez mulheres. Evangélica: Baby Consuelo, que exorciza demônios empunhada de bíblia, plumas e paetês. Dona-de-casa: Ana Maria Braga, atual tradução da Amélia, uma mulher de prendas domésticas, mas que tem a maior vaidade. Elegante: Constanza Pascolato, que, em qualquer ocasião, se com veste com personalidade blasé.

Manual

Uma perua que se preze precisa seguir um manual de sobrevivência, com regras básicas de comportamento. Jamais ir a qualquer lugar sem um salto alto. A padaria pode ser na esquina de casa, mas o seu estilo é único e inconfundível em qualquer parte. Preferir sempre cores chamativas. O pretinho básico definitivamente não foi feito para perua. Tenha sempre à mão um kit salva-perua, com maquiagem, acessórios e, é claro, um tamanco básico (que tal estampa de oncinha?). As unhas devem estar sempre pintadas; o estilo francesinha definitivamente deve ser esquecido por uma verdadeira perua. Nunca aceitar convites feitos de última hora. É preciso tempo para se produzir, ir ao cabeleireiro, escolher as joias. Aprender a ouvir críticas e rir delas é algo que deve ser assimilado desde o começo da vida de uma perua. Afinal, tudo que é diferente, choca. Deixe sempre o salto alto ao lado da cama, junto com o robe, na hora de dormir. Alguém pode chegar de repente e te pegar desprevenida. Evite constrangimentos.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.