Luxo: Essências e sapatos de cinema

00:00 · 25.02.2017

Novidades

Em um lançamento digno de cinema, com curta-metragem inspirado nos trillhers de 1940 para anunciar a campanha, Charlotte Dellal apresentou a coleção Outono/Inverno 2017/2018 de sua marca, Charlotte Olympia, no último fim de semana, em Londres. Inspiradas no cinema noir, as peças trazem referências que resgatam a estética daquele período, sem deixar de lado a pegada lúdica característica da designer.

Uma fragrância poderosa que chega ao mercado de luxo é a Momentum, da britânica Bentley, que levou para os vidrinhos de perfume o mesmo rigor e refinamento aplicado em seus veículos. Lançada em duas versões e com direito a xampu, a essência vem em uma embalagem de formato simples, mas arrojado, coberta com placas de metal escovado.

Se um perfume da Chanel já é bom, 15 fragrâncias da maison em edição limitada são ainda melhores. A grife francesa lançou a coleção Les Exclusifs de Chanel, que traz 15 mini frascos com essências que foram criadas entre 1922 e 2016 por perfumistas como Ernest Beaux, Jacques Polge e Olivier Polge, e aparecem agora reinterpretadas. À venda nas boutiques da marca desde o último dia 17, a preciosa caixa inclui perfumes como "Bel Respiro", "Jersey" e "Nº 18".

Destaques

Fashionista

Após a estreia fashion em agosto do ano passado com uma coleção para a Coca Cola Jeans apresentada no São Paulo Fashion Week, Sasha Meneghel se une mais uma vez à grife para lançar a coleção "Red Station". As peças, que incluem saias, vestidos, quimonos, jeans destroyed e tricôs, são inspiradas nas linhas de trem e metrô do Japão. As fotos da campanha foram feitas em Tókio.

Tilda Swinton, atriz britânica e musa de nomes como Haider Ackermann e Karl Lagerfeld, também tem novidades para o mundo da moda: assina sua primeira coleção de óculos escuros, em parceria com a Gentle Monster. Disponíveis a partir de 1º de março, as peças estarão à venda em boutiques selecionadas, com preços entre US$ 250 e US$ 286.

Gastronomia

Premiado

O four seasons Hotel George V, em Paris, tornou-se o primeiro hotel na Europa a ter o reconhecimento do Guia Michelin para três de seus restaurantes: Le Cinq, L'Orangerie e Le George. O Signature Le Cinq (foto) conquistou, no ano passado, as três estrelas Michelin, avaliação máxima do guia como cozinha de luxo. Já o L'Orangerie, liderado pelo chef David Bizet, ganhou uma estrela Michelin após oito meses de sua inauguração, em maio de 2016, com um menu baseado nas quatro estações e nos pilares da gastronomia francesa contemporânea. Já o Le George, com uma interpretação moderna da cozinha mediterrânea encabeçada pelo chef Simone Zanon, ostenta uma estrela Michelin.

Image-0-Artigo-2206106-1

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.