atriz

Irrefreável Penélope

A famosa atriz foi anunciada, esta semana, como a nova embaixadora da Chanel e estrelará a campanha Cruise 2019 da maison

00:00 · 07.07.2018

Hollywood é cheia de personalidades multitarefas e multitalentosas, que se desdobram em filmes, séries, campanhas e passarelas. Penélope Cruz, 44, é, certamente, um destes nomes, e há tempos garantiu seu lugar de estrela na terra das celebridades. Um dos últimos trabalhos como atriz foi a terceira temporada da série American Crime Story, lançada no início deste ano, na qual interpretou a icônica estilista Donatella Versace. A relação com o mundo fashion, no entanto, não se dá apenas no plano da atuação: a espanhola recebeu, na última terça-feira, o título de embaixadora da Chanel, uma das maisons de maior tradição da alta-costura.

Chanel + Cruz

Essa proximidade não é de hoje. Foi em 1999 que Penélope assistiu, na primeira fila, ao seu primeiro desfile Chanel. Desde então, a etiqueta tem sido frequentemente escolhida para vesti-la nos mais diversos tapetes vermelhos, incluindo o do Oscar.

No Festival de Cannes deste ano, inclusive, ela elegeu diferentes apostas da marca, desde a grande entrada no red carpet, usando um longo preto rendado, ao jantar de gala, onde chamou atenção usando um plissado na cor prata.

A parceria se consumou recentemente, quando ela foi anunciada não apenas como a nova embaixadora da Chanel, como também o rosto da nova campanha da grife, Cruise 2018/2019, fotografada pelo próprio diretor criativo da label, Karl Lagerfeld.

Carreira

Nascida em Madrid, na Espanha, Penélope começou sua trajetória ainda jovem, aos 16 anos, quando ganhou notoriedade comandando um programa de auditório chamado La Quinta Marcha, voltado para o público jovem. Um dos primeiros longas que constam em sua vasta filmografia é "Jamón, Jamón", de 1992, época em que a atriz passou a ser considerada um sex symbol. No filme, ela atua ao lado de Javier Bardem, ator com quem é casada desde 2010.

Entre os anos 1990 e 2000, teve papéis nos filmes "Open Your Eyes" (1997), "The Hi-Lo Country" (1997), "The Girl Of Your Dreams" (2000) e "Woman On Top" (2000). Apesar dos vários projetos anteriores, Penélope Cruz passou a ser mais reconhecida a partir de 2001, após títulos como "Vanilla Sky", daquele ano, "Gothika" (2003) e "Don't Move" (2004). Alguns destes deram a ela controvérsias nominações ao Raspberry Award, premiação humorística estadunidense que aponta os piores atores e atrizes do ano.

Se Penélope Cruz foi considerada uma atriz ruim anos antes, em 2006 ela conseguiu provar o seu talento, hoje indiscutível. "Volver", produção dirigida por Pedro Almodóvar, um dos maiores nomes do cinema espanhol e do mundo, rendeu a ela numerosas indicações a grandes premiações. Dois anos mais tarde, o feito se repetiu, agora em "Vicky Cristina Barcelona", de Woody Allen, culminando em um Oscar na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante.

Assim como o sucesso, o grande volume de trabalho se manteve nos anos mais recentes. Em 2010, teve participação no filme "Sex And The City 2", em 2011 atuou ao lado de Johnny Depp em "Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas" e, em 2017, na película "Assassinato no Expresso Oriente". Para este ano, os fãs podem aguardar: em setembro, estará em cartaz nos cinemas "Todos Los Saben", obra dirigida pelo iraniano Asghar Farhadi. Mais uma vez, o casal Penélope e Javier brilhará junto nas telas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.