Daniella, a fênix da moda

A designer brasileira Daniella Helayel renova o espírito de suas criações em nova grife, a Dhela

00:00 · 08.04.2017

O jornal Daily Mail - um dos mais lidos da Grã-Bretanha - chamou a história da marca Issa uma "lenda fashion". Baseada em Londres, a grife foi criada pela brasileira Daniella Helayel e ascendeu quase instantaneamente na hierarquia da moda após cair no gosto de Kate Middleton, duquesa de Cambridge e esposa do príncipe William. No fim de 2010, foi num vestido desenhado pela brasileira que o casal anunciou ao mundo seu noivado.

Não só por sua posição na nobreza britânica, mas também pela elegante e beleza que ostenta, Kate Middleton era a modelo dos sonhos para qualquer marca que disputasse um lugar entre as grandes. O interesse pela Issa cresceu - e, com ele, o valor da marca. Kate Moss, Sharon Stone, Scarlett Johansson e Madonna foram outras famosas que vestiram Issa.

O destino da marca seria selado em 2011, numa aposta de Daniella Helayel, que não rendeu os frutos esperados. Ela vendeu 51% da empresa para sua amiga Camilla Al-Fayed, filha do magnata egípcio Mohamed Al-Fayed. A parceria deu errado e pôs fim à amizade entre as duas. Daniella saiu da criação da marca que criara 12 anos antes e entrou num hiato de três anos sem mostrar novos projetos com a sua assinatura.

O tempo limpou para a estilista no fim do ano passado, quando ela lançou uma nova grife - Dhela. E, com ela, Daniella Helayel provou que tem fôlego para mais de um sucesso. A estreia aconteceu em setembro do ano passado, quando a marca foi apresentada em um showroom durante a New York Fashion Week.

Para elas

"Dhela" é um jogo de palavras com o nome da própria designer e a palavra em português, que exalta seu público alvo. As peças têm a assinatura da estilista e, claro, alguns dos encantos da Issa. Daniella Helayel continua a dar preferência aos vestidos, com caimento descomplicado e valorização de um corpo feminino que não é o das esguias modelos. É como se o modelo original fosse a própria criadora.

O retorno da estilista chamou a atenção da imprensa especializada e foi destaque na Vogue. Seu nome foi o suficiente para despertar o interesse de antigos compradores e dos fornecedores que trabalharam com ela em tempos de Issa. A nova casa londrina de Daniella Helayel já tem peças à venda em 10 selecionadas multimarcas ao redor do globo - no Brasil, elas estão na Magrella, em Brasília, e na Zezé Duarte, em Belo Horizonte. O Japão, um de seus maiores mercados, conta com nove pontos de venda.

O novo projeto nasceu enxuto. A equipe é pequena e inclui velhos colaboradores que não vacilaram ao receber o convite da antiga chefe. Daniella reúne todos na sala de sua casa, na capital inglesa, e demonstra paciência e confiança para construir o novo império.

Confiança

Nascida em Niterói, Daniella Helayel nunca teve dúvidas de seu talento, nem de que uma carreira na moda seria feliz. Ele se mudou para Londres em 2000, sem grandes contatos e nada certo no plano profissional. As incertezas não a impediram de curtir a noite londrina, uma das mais badaladas na Europa, e dali veio a inspiração para criar a Issa.

A ideia de desenvolver vestidos para todos os tipos de corpos é central nas peças da Dhela. Não é de se espantar que, em pouco tempo, a marca alcance os números de sua antecessora. Daniella renasceu e parece disposta a chegar, de novo, nas alturas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.