Coluna

Viver melhor: Simplificar!

00:00 · 14.01.2017

Que valor central a sua empresa entrega? Essa é a pergunta que Alexander Osterwalder, criador da ferramenta de planejamento estratégico "Canvas", usa no centro do seu modelo. Essa pergunta leva à definição do "value proposition", ou seja, a promessa de valor a ser entregue aos consumidores através dos produtos ou serviços que a empresa disponibiliza. Esse valor deve ajudar o consumidor a resolver algum problema ou a satisfazer alguma necessidade.

Adequando ao planejamento pessoal, essa pergunta também cai muito bem. Que valor você entregará ao longo de 2017? Qual será sua contribuição? Refletindo sobre isso, somos naturalmente conduzidos a traçar metas de entrega, não só de conquistas. Diminuímos o foco no que queremos alcançar para o que queremos oferecer. Pensamos em quem vai nos ajudar mas, sobretudo, em quem vamos servir.

Assim que li essa pergunta, veio-me à mente a palavra simplificar. Simplificar a vida e ajudar meus clientes, meus amigos e minha família a simplificar também. Descomplicar, reduzir o nível de complexidade em tudo que realizamos. Fazer planos simples, com permissão para espaços em branco, de forma que ganhem cor ao longo da caminhada. Sonhar grande sem perder a capacidade de apreciar as coisas simples da vida. Viver sem perder a vida de vista. Adoro ouvir a poesia de Ana Vilela quando ela canta para nós: "não é sobre correr contra o tempo pra ter sempre mais. Porque quando menos se espera, a vida já ficou pra trás".

É verdade que a vida tem suas complexidades, mas estou cada dia mais convencida que na maior parte é a gente que complica. Para tantos problemas e dilemas, a luz aponta para o óbvio, mas insistimos no complicado. Certa vez, em uma conversa com Carol Kauffman, minha mentora em coaching, discutíamos sobre o caso de um dos meus clientes. Quando explanei a ferramenta que estava usando no processo, ela me perguntou: "Você já tentou algo mais simples?". E, em seguida, completou: "A simplicidade não erra".

A simplicidade tem poder. Quando menos se espera, ela traz respostas e faz acontecer. Algo simples não necessariamente é comum. Muitas vezes nosso maior diferencial está justamente na parte mais simples que temos em nós. No meu ponto de vista, a simplicidade reforça a elegância e dá acesso à nossa verdade. Ao simplificar, a essência ganha evidência, seja do indivíduo ou do negócio.

Tive a oportunidade de assistir à palestra de Luiza Helena Trajano no evento promovido pelo Lide Ceará. Seu lema nos negócios é "tirar a burocratização". Na verdade, pela sua forma simples de ser, deu para perceber que esse lema talvez não se aplique só nos negócios, mas sim em toda a sua vida. "A simplicidade não é simplismo. A simplicidade é inteligente. Precisamos simplificar esse País, e rápido!", dizia Luiza Helena.

E para simplificar o País, o começo está em cada um de nós. Simplificar a forma de pensar e de se comunicar. Simplificar os negócios, os processos e a forma de se relacionar com as pessoas. Simplificar a vida, a rotina e as atividades do dia a dia. Simplificar com responsabilidade, zelo e maestria. Simplificar sem jamais deixar de caprichar. SIMPLIFICAR! Esse será meu valor central para 2017. Qual será o seu?

"A simplicidade é o mais alto grau de sofisticação" - Leonardo da Vinci.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.