Coluna

Viver melhor: Coragem

00:00 · 10.02.2018

Essa foi a frase que tocou o meu coração ao ouvir Diogo Nogueira cantar: "A vida vai te balançar, te questionar, te sacudir. O que ela quer de nós é CORAGEM!". A palavra tem sua origem no latim "coraticum - cor (coração)/ aticum (ação)" e é compreendida como a virtude que capacita o homem de agir apesar do medo. Essa capacidade de "agir apesar de" só é possível quando se acessa a poderosa força do coração. Força que nos impulsiona a avançar e seguir, mesmo que a vida venha a nos "balançar, questionar e sacudir".

Martin Seligman e Christofer Peterson, da Psicologia Positiva, estudaram por três anos as virtudes encontradas em várias religiões, filosofias, tradições e culturas. Publicaram em 2004 o resultado do trabalho: as seis virtudes que consideraram universais: Sabedoria, Humanidade, Justiça, Temperança, Transcedência e Coragem.

Cada virtude é formada por forças que representam caminhos de exercitá-la. Coragem, por exemplo, é composta por bravura, perseverança, autenticidade e energia. Bravura não só para vencer os desafios físicos, mas sobretudo os nossos medos imaginados e os obstáculos interiores. Perseverança para não desistir do que se busca e para terminar o que se começou. Autenticidade para assumir aquilo que acredita e responsabilizar-se pelas próprias ações. Energia para encarar a vida com entusiasmo e fazer-se pertencente ao ambiente que se decide estar presente.

Coragem é o que a vida quer de nós. Coragem não só para fazer o que é preciso, mas também para deixar de fazer o que já não é mais para ser feito. Coragem para conquistar o que você sempre sonhou e para cuidar do que já conquistou. Coragem para correr e para desacelerar quando preciso for.

Coragem para experimentar o novo, para seguir a intuição e atender o desejo do seu coração. Coragem para dizer SIM e para dizer NÃO. Coragem para multiplicar suas ideias, para anunciar o que você acredita e falar o que é preciso, mesmo que não venha a ser ouvido. Coragem para crescer e se desafiar; para aprender e recomeçar. Coragem para escolher o caminho certo, mesmo que seja o mais longo ou mais complexo. Coragem para confiar no que você é capaz e acreditar no que a fé nos traz.

Li uma frase que dizia: "Se você não tem coragem, não adianta ter vontade". E se você tem vontade mas não sabe por onde começar, pergunte a si mesmo: se tivesse uma única coisa para ser feita daqui para o fim do ano, o que seria? Elege um centro a partir do qual você pode organizar vida, o ano e o dia. Não deixe a desorganização crescer a ponto de doer. Tenha coragem para organizar-se a partir daquilo que mais importa. Tenha coragem para dar ao essencial a posição central.

"A vida quer lhe balançar, lhe questionar, lhe sacudir. A vida pede a você CORAGEM!". Coragem para quê? Como responder? Pergunta a Deus, pergunta aos que você ama, pergunta a si mesmo. Certamente, a resposta você haverá de encontrar. É só parar, silenciar, planejar, e por que não agora para começar?

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.