Coluna

Márcia Travessoni (Gente): visita

Márcia Travessoni (Gente)

marcia.travessoni@diariodonordeste.com.br

00:00 · 21.10.2017

A primeira-dama do município, Carol Bezerra, visitou, na última quarta, a unidade de acolhimento de crianças e adolescentes do Pici, ação que integra a programação pelo Dia da Criança. Junto das equipes das secretarias de Educação, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, ela promoveu uma manhã lúdica e cheia de afeto.

Bastidores

O artesanato cearense está cada vez mais em alta: no showroom Sebrae - Brasil Original, na Casa Cor Ceará 2017, tem chamado a atenção as rendas de bilro feitas em Aquiraz, e que estão à venda no espaço.

Na casa de Cássio e Ana Vládia Sales, a comemoração do aniversário de Nazaré Sales reuniu Bia Jucá, Gaída Bezerra, Ana Maria e Vitória Philomeno, Vera Valente, Lourdinha Leite Barbosa, Beta Jereissati, Ester Weyne, Vanda Alencar, Diana Ferreira Gomes, Thaís Vieira, Luciana e Ana Virgínia Martins e Salete Bezerra.

Mafrense Sousa a todo vapor com os preparativos da festa de 25 anos de fundação de sua empresa de eventos, marcada para o dia 9 de novembro, no Terrasse. /// No dia último dia 17, a culinarista, escritora e instrutora de Gastronomia Senac-CE Nilza Mendonça recebeu o Título de Cidadã de Fortaleza na Câmara Municipal de Fortaleza.

Curtas

Gisela Nunes da Costa, Andréa Oliveira, José Hugo Machado, Rui Filgueiras Lima, Eduardo Correa, Guiomar Marinho e Valmir Campelo são os aniversariantes deste fim de semana.

O Museu da Fotografia de Fortaleza promove, nestes dias 22 e 29 de outubro, o curso "Fotografia de Rua", ministrado por Thiago Braga. A formação é voltada para todos os amantes da fotografia, e que tenham equipamentos desde câmeras até celulares ou tablets. As inscrições são feitas na própria sede do Museu. O investimento é de R$ 100.

Boas novas

Ronaldo Barbosa e Otacílio Valente anunciam tempos bons na construtora da qual são sócios: a Colméia foi quem obteve o maior Volume Geral de Vendas no terceiro trimestre deste ano, em Fortaleza.

Mosaico

Em São Paulo, Fred e Alexandra Pinto foram convidados de Desirée e Galvão Bueno no leilão beneficente em prol da Casa do Zezinho. O evento aconteceu no São Fernando Golf Clube, na última quarta (1). /// a elegância das convidadas foi um dos evidentes destaques da sofisticada festa que celebrou as Bodas de Prata de Taciana e Ricardo Cortez, em Aquiraz. Estampas florais, tecidos com texturas exclusivas foram alguns detalhes que chamaram a atenção nos looks de nomes como Sarah Nunes, Micheline Pinheiro, Rachel Teixeira, Juliana Rolim, Manuela Fortes e Fernanda Levy (2), (3) e (4).

Image-1-Artigo-2312560-1
Fred e Alexandra Pinto, Desirée e Galvão Bueno (1)

a
Sarah Nunes, Micheline Pinheiro e Rachel Teixeira (2)

Image-2-Artigo-2312560-1
Juliana Rolim e Manuela Fortes (3)

Image-0-Artigo-2312560-1
Fernanda Levy (4)

Causa rosa

Segundo tipo de câncer mais comum no mundo, o câncer de mama responde por 28% dos novos casos da doença diagnosticados no mundo, por ano - daí a importância de reforçar, cada vez mais, a necessidade da prevenção e do diagnóstico precoce, difundidos pela campanha Outubro Rosa. Mastologista do Instituto do Câncer do Ceará (ICC), o médico Ércio Ferreira Gomes é um dos nomes à frente da ação, no hospital, e alerta para a quantidade de mulheres, na faixa etária mais suscetível à doença, que ainda não fizeram a mamografia. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2017 já foram registrados 57.960 novos casos de câncer de mama no Brasil, sendo 2.160 no Ceará e 860 somente em Fortaleza.

Image-0-Artigo-2312880-1
Mesmo com uma campanha intensiva pelo diagnóstico precoce do câncer de mama, essa doença mata cada vez mais mulheres no Brasil. O que contribui tanto para esse aumento?

As campanhas educativas levam certo tempo para serem absorvidas pela população. A alta mortalidade deve-se, em grande parte, ao diagnóstico tardio.

Qual a faixa etária de mulheres mais suscetíveis ao câncer de mama? Existe alguma forma de prevenir a doença?

A incidência aumenta conforme a faixa etária. As mulheres entre 50 e 60 anos são as mais acometidas. A prevenção primária com hábitos de vida saudáveis auxiliam na redução de todos os tipos de câncer. Na mama, buscamos diagnósticos precoces.

Quais avanços o Ceará tem registrado, nos últimos anos, para facilitar o acesso de mulheres ao diagnóstico e tratamento do câncer de mama?

A implantação das policlínicas tem contribuído para descentralizar o especialista e facilitar o acesso aos exames e atendimento qualificado. Os serviços terciários estão conseguindo prestar atendimento de qualidade e sem demoras.

Até o fim do mês de outubro, quantas mamografias vocês esperam realizar? Falta muito para alcançar essa meta?

Neste ano, o foco da Sociedade Brasileira de Mastologia é o acesso aos exames, diagnóstico e tratamentos. A meta é que 70% das mulheres acima de 40 anos realizem sua mamografia anual, mas estamos bem longe de atingir este objetivo.

Do ponto de vista do paciente, existe ainda muita resistência em procurar um médico e fazer a mamografia?

Existem diversos fatores culturais e muita desinformação que contribuem para que as mulheres sem nenhum sintoma ou fator de risco tenham consciência da importância do diagnóstico precoce.

Qual a importância dos grupos de apoio, especialmente emocionais, para acompanhar os pacientes e as famílias durante o tratamento?

São fundamentais por serem compostos, na maioria das vezes, por mulheres que já passaram por todas as etapas da doença e tratamentos e que podem dar suporte. Elas representam exemplos para as que estão vivenciando a doença.

Atualmente, qual a estrutura que uma paciente em tratamento contra o câncer de mama encontra disponível no Estado?

Temos centros terciários especializados, sendo a maior parte na capital, em especial o ICC, que concentra na mesma área física todos os tipos de tratamento disponíveis sem demora e de forma integrada e humanizada.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.