coluna

Márcia Travessoni: Encontro

Márcia Travessoni (Gente)

marcia.travessoni@diariodonordeste.com.br

00:00 · 03.02.2018

Boas conversas, pessoas queridas, boa música e comidinhas deliciosas deram o tom da última quinta-feira, quando conversei com a nutricionista Mirella Rocha sobre os projetos para 2018; e com o Dr. Márcio Crisóstomo sobre as novidades em transplante capilar. O encontro contou com as presenças de Krysten Keller, Jeritza Gurgel e Bruna Waleska.

Formação

O secretário estadual do Meio Ambiente Artur Bruno, que também é professor de História e Geografia, vai ministrar o curso "Estados Unidos e Comunidade Britânica", no Gerações Viva, voltado para aqueles que buscam mais conhecimento a fim de interpretar os fenômenos históricos, políticos e sociais do mundo atual. "O curso começa dia 5, com o objetivo de aprimorar o conhecimento dos participantes sobre acontecimentos globais e locais, dentro de uma perspectiva histórica, geográfica, econômica e sociológica", explica ele.

Em festa

Padre Rezende será o celebrante do batizado da pequena Juliana, filha de Lívia e Leonardo Pádua, na manhã deste sábado, na Paróquia do Cristo Rei. Após a cerimônia, os pais recebem em casa para um brunch preparado pelo La Maison. Bianca Marinho e Bruna Pinto, da Efestta, assinam a decoração com papelaria e lembranças da Rend Paper. A mesa principal conta com bolo de Manuela Weyne, da Doceville, chocolates by Carol e doces da Doce Mel.

Gaudêncio Lucena, Gony Arruda, Beth Pinto, Roberto Pinheiro, Abelardo Targino, Francisco Ribeiro, Neuma Carneiro e Ticiana Timbó são os aniversariantes deste fim de semana.

Bastidores

No dia 22 acontece a eleição da nova diretoria do Ideal Clube. Com chapa única, o atual presidente, Amarílio Cavalcante, pleiteará a presidência do Conselho Deliberativo, e Alcimor Rocha, a presidência da Diretoria Executiva.

Na temporada de shows deste mês, a Caixa Cultural Fortaleza apresenta, de 8 a 11 de fevereiro, o cantor e compositor pernambucano Nando Cordel, que celebra 30 anos de carreira brindando o público com clássicos, de quinta a sábado, às 20h, e domingo, às 19h.

Dress code

Image-1-Artigo-2357255-1

Karísia e Luiz Pontes e Venúsia Ribeiro

O requinte da festa e os cuidados em cada detalhe, além da emoção envolvida, foram, certamente, os destaques do baile de debutante de Gabriela da Escóssia, mas não há como deixar de evidenciar a elegância de convidadas como Karísia Pontes, Venúsia Ribeiro, Claudiane Juaçaba, Hildete e Jaqueline de Sá Cavalcante e Ticiana Barreira Parente, que elegeu um modelo A. Brand para a ocasião. Sem falar na própria aniversariante, que usou três vestidos, todos assinados por Verônica Rodrigues, e presenteou as 14 damas de seu cortejo com modelos desenvolvidos por Cláudia Philomeno, da Maison Vip.

Carlos e Claudiane Juaçaba

Carlos e Claudiane Juaçaba

Image-2-Artigo-2357255-1

Hildete, Talles e Jaqueline de Sá Cavalcante

Image-0-Artigo-2357255-1

Ticiana Barreira Parente

Destaque

Luciano Cavalcante Filho e Denise Cavalcante

Luciano Cavalcante Filho e Denise Cavalcante comemoram o início das obras do Cidade Cauype em festa neste domingo, em clima de Pré-Carnaval.

Perspectivas

Image-0-Artigo-2356621-1

Fundador da Maison do Luxe e coordenador da Comissão do Luxo da Câmara de Comércio França-Brasil, Cláudio Diniz aposta no otimismo brasileiro para impulsionar ainda mais, em 2018, o nicho da economia voltado para demandas de alto padrão.

Quais são as perspectivas para o mercado de luxo em 2018, no Brasil?

Este ano seria atípico porque é eleitoral, que é quando as pessoas pensam mais antes de fazer investimentos, aguardam um pouco para saber quem vai ser o próximo presidente. Mas este ano, isso não vai acontecer. As pessoas estão positivas, querem tanto que dê certo, que a economia volte a funcionar que não tem espaço para o pessimismo. As perspectivas para 2018 estão muito positivas em nível de venda na construção civil, no setor náutico, de moda, aviação executiva, hotelaria, cosméticos e turismo. E tudo isso, levando em consideração a classe média, que é muito populosa e também ajuda no mercado de luxo.

Em escala internacional, as empresas desse segmento também devem se comportar assim?

Depois da crise mundial de 2008, o mundo passou a ser outro. Todas as marcas, não só as de luxo, passaram a ser mais cautelosas com investimentos. A abertura de lojas programada no mundo todo está sendo analisada e repensada. Outro fator são os millenials, que mudaram a cultura das marcas de luxo. Nos últimos dez anos, com a Geração X, era mais fácil para o consumo, porque era uma geração fiel. Os millenials não são assim, eles compram de diferentes marcas, se hospedam em um hotel e tomam café da manhã em outro. Experiência é a palavra da vez , o quanto de experiência as marcas estão proporcionando.

De que modo o segmento de luxo se comporta na região Nordeste?

O segmento de bebidas é muito alto no Nordeste, principalmente em Recife. A venda de whisky em Recife é maior do que no Brasil inteiro. Em Fortaleza, o segmento de hotelaria está ficando muito forte. Em Jericoacoara, já tem até aeroporto, coisa que não tinha há cinco anos, sem falar na infraestrutura de gastronomia, que você não vê em outro lugar. Hoje, as pessoas estão indo para lugares considerados paraísos, em busca de uma experiência. O luxo hoje não é apenas se hospedar num Fasano ou no Copacabana Palace, mas estar numa praia sem prédios e ver as pessoas locais. Além disso, o poder aquisitivo no Nordeste aumentou muito nos últimos 30 anos, as pessoas viajam mais, e quando você sobe um degrau do conforto, quer ter isso sempre: ficar em bons hotéis, comer em bons restaurantes e ter uma casa confortável. Por isso, nos últimos dois anos, aumentou muito o número de empreendimentos de alto padrão em Recife, Salvador e Fortaleza, as construtoras estão investindo nesse nicho.

Com a vinda do hub da Air France-KLM e Gol para o Ceará, há possibilidade de a Câmara de Comércio França-Brasil ampliar a atuação para o Nordeste?

Não só essa Câmara de Comércio, mas a de outros países também. As pessoas estão apostando muito nesse voo Fortaleza-Paris, e se ele der resultado, outras companhias aéreas vão vir também, poderemos ter voos para Moscou, Milão. Nos próximos dois anos, as perspectivas são muito boas para o Nordeste, as empresas estão olhando essa região de um jeito diferente. E o mercado de luxo, hoje, cresce 25% ao ano, no Nordeste, enquanto nas demais regiões do Brasil, cresce 10%.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.