coluna

Márcia Travessoni: Encontro

Márcia Travessoni (Gente)

marcia.travessoni@diariodonordeste.com.br

00:00 · 02.12.2017

Esta aberta a temporada de confraternizações para celebrar os amigos e a vida. Natasha Brígido, Juliana Roma, Soraya Skaty, Raquel Machado, Monique Sales, Bruna Waleska e Synara Leal integraram o time de queridas e estilosas que se encontraram, esta semana, para receber a designer mineira Luiza Barcelos.

Palestra

O empresário e presidente do Instituto Myra Eliane, Igor Queiroz Barroso, participou da Feira Internacional de Logística (Expolog), que aconteceu nos dias 22 e 23, em Fortaleza, quando participou de talk show sobre "Ceará Global".

Reconhecimento

Dirigido por Maria José Jereissati e Renata Oliveira, o escritório Jereissati e Oliveira Advogados está na lista dos Advogados Mais Admirados do Brasil, elaborada pela Análise Editorial, de acordo com a opinião dos responsáveis pelos departamentos jurídicos das maiores empresas do País. Além disso, as próprias Maria José e Renata foram cotadas entre as personalidades jurídicas mais admiradas.

Bastidores

Nilda Andrade comemora o aniversário com a família reunida em almoço, neste sábado, na casa serrana de Karísia e Luiz Pontes. Também aniversariam neste fim de semana Paulo César Norões e Lourdinha Leite Barbosa. /// Popular nas redes sociais, o alagoano Carlinhos Maia estará em Fortaleza neste sábado para apresentar seu mais novo stand up, no Espaço Jangada, no Iguatemi, com sessões às 19h e às 21h.

To Miami

Pouco depois de lançar a nova coleção da Água de Coco em São Paulo, a cearense Liana Thomaz (foto abaixo) segue agora para Miami, onde inaugura oficialmente, dia 6, sua segunda loja nos Estados Unidos. Dessa vez, o espaço fica no Aventura Mall, em Miami, considerado um dos maiores shoppings norte-americanos. Em junho deste ano, a grife, que levou o beachwear cearense para o mundo, inaugurou uma loja na região de East Hampton, em Nova York.

Giro

Image-1-Artigo-2331176-1

Ana Carolina Fontenele e Luiziana Esteves convidam as DDLovers para celebrar o ano de conquistas da maison, em encontro que acontece dia 5, na Cavalieri.

Arthur Bruno, Pio Rodrigues, Roberto Menezes, Paulo Felismino, Moisés Braga e Nelson de Sousa

Além de reconhecer a C. Rolim Engenharia como construtora do ano, a festa promovida pelo Sinduscon-CE homenageou outras cinco personalidades ligadas ao setor da Construção Civil no Estado. O evento foi articulado pelo presidente da entidade, André Montenegro, e aconteceu no La Maison.

Image-0-Artigo-2331176-1

Clicada em recente evento usando uma criação de Lino Villaventura, Mariana Bichucher vai passar o Réveillon em Miami.

Destaque

As tops Isabelli Fontana e Carol Trentini desfilaram para a Água de Coco antes de a cap da grife, Liana Thomaz, ir para Miami inaugurar a nova loja da marca.

Literária

Beatriz Alcântara

Leitora compulsiva desde jovem, Beatriz Alcântara experimentou diversas sensações e descobertas a partir de sua vivência entre palavras e livros, como ser uma das sete mulheres membro da Academia Cearense de Letras (ACL) .

Como foi o seu primeiro contato com a literatura?

Meu primeiro contato foi com a leitura. Era coisa de instinto, eu lia com avidez, tudo. Onde havia letras e mesmo números surgia leitura imediata e por vezes em voz alta, o que chegava a constranger os primos mais velhos, adolescentes. Da paixão pela leitura à Literatura deve ter sido um passo, porque não recordo como aconteceu, quando vi, a Literatura era parte de mim.

O que motivou você a escolher essa área como campo de atuação profissional?

A leitura compulsiva de tudo quanto encontrava pela frente, jornal, panfleto, revista, placa de ruas, anúncios e tudo o mais, só abrindo espaço para uma dúvida ambígua quando surgiu o momento de opção: ser cientista por inteiro como modelo, Madame Curie, ou professora de sala de aula. O destino realizou a escolha e eu fiz-me mestra numa imensa vontade de sempre estar entre papéis, a ler, a estudar, a transmitir e a descobrir o novo, no todo novo dia.

Das 40 cadeiras da Academia Cearense de Letras (ACL), apenas 7 são ocupadas por mulheres, e você é uma delas. Como surgiu o convite para ser membro?

Quem primeiro entrou na Academia Cearense de Letras foi (o meu marido) Lúcio, em 1978, a convite do então presidente Cláudio Martins, no Palácio Senador Alencar, antiga sede da Assembleia Legislativa. Doze anos depois, eu, com apenas quatro livros publicados e professora de Literatura na Uece, amigos acadêmicos chamaram-me. Não levei adiante, achava-me pequena demais para tal investidura. Em 1994 os amigos voltaram ao assunto, Lúcio incentivou e concorri, passando a ser acadêmica no ano do Centenário da ACL, meses após Rachel de Queiroz ter sido eleita e empossada.

Outra entidade da qual você faz parte é a Sociedade Amigas do Livro (SAL). Quais as principais conquistas de vocês, no campo do acesso à leitura?

A tentativa da SAL de atingir a leitura para todos partiu da instalação de pequenas bibliotecas comunitárias junto a populações em dificuldade. Uma equipe foi aos poucos ganhando estrutura e atualmente é composta por seis sócias efetivas em trabalhos na biblioteca, acrescida por outras duas a promoverem o suporte financeiro, outra mais a prover o transporte das coletas e por vezes entregas, e ainda outra que acolhe os livros sem utilidade reconhecida ao serviço pelas efetivas e três vezes por semana os deposita em equipamento de recolha pública de livros, tudo sob a regência de Rita de Cássia Araújo. (Temos) 67 bibliotecas montadas por todo o Ceará, 23 das quais em comunidades complexas de Fortaleza. Espera-se que, ainda este mês, a população de Itarema esteja sendo aquinhoada com mais uma biblioteca, a 68 da SAL.

Como você define a importância da ACL?

Ao ingressar na ACL, vivenciei grande orgulho por meu manuseio com as palavras ter sido aceito como arte. Logo experimentei a humildade ao me encontrar cercada por tantos sábios e cultos. Aprendi a apreciar um breve tom no modo de me encontrar com a vida entre livros. Penso que para muita gente, eu inclusive, a ACL é a Res pública (a coisa pública) da cultura clássica no Ceará.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.