Coluna

Márcia Travessoni: Acolhimento

Márcia Travessoni (Gente)

marcia.travessoni@diariodonordeste.com.br

00:00 · 17.06.2017

Cerca de 60 educadores sociais, técnicos e cuidadores que trabalham em quatro unidades de acolhimento institucional mantidas pelo município serão capacitados, ainda este semestre, para melhorar o atendimento às crianças e adolescentes em situação de risco acolhidas nestes locais. Fruto de uma parceria entre o gabinete da primeira-dama, Carol Bezerra, e a Secretaria Municipal dos Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SDHDS), o projeto se une a outras iniciativas já desenvolvidas por Carol Bezerra para garantir o pleno desenvolvimento das crianças da Capital.

Image-0-Artigo-2254743-1

Honrado com a presença da jornalista e comentarista política Cristiana Lôbo - que veio acompanha do marido, o economista Murilo Lôbo, e analisou a conjuntura do País no evento de reinauguração do auditório da Fiec -, Beto Studart fez questão de recepcioná-la, junto de Ana Maria Studart

capacitação inclui estudo sobre as principais fases de desenvolvimento das crianças de 0 a 12 anos e a adoção da metodologia francesa de psicomotricidade relacional. Além disso, um grupo de crianças e adolescentes, dentre os atendidos pelos abrigos, participará de seminários e encontros teórico-vivenciais.

Intercâmbio

A coordenadora municipal de Relações Institucionais e Federativas, Patrícia Macedo, participou, na última quarta, da avaliação dos planos de marketing apresentados pelos alunos da Universidade do Arizona que estão em intercâmbio na Universidade de Fortaleza (Unifor), por meio do programa Eller Global Cohort Summer 2017.

Bastidores

Gaida Bezerra, Célio Fontenelle, Márcia Mota, Ricardo Ary Filho, Valter Costa Lima, Cléa Queiroz Leite, Vilma Laércio e Mirella de Castro Accioly são os aniversariantes do fim de semana.

Após 16 anos assinando a decoração dos eventos da rede Teka's, Karla Maggy levará seu talento para ambientar também eventos externos, de mini weddings a grandes cerimônias.

Mosaico

Marcelo e karina de Castro escolheram comemorar o Dia dos Namorados degustando o menu especial preparado na Cavalieri (1). /// o mercado de automóveis de luxo está a mil, em Fortaleza, principalmente após as novidades apresentadas por Odilon Peixoto, no RioMar Fortaleza, onde ele e a família abriram uma pop-up store. A noite de lançamentos reuniu várias personalidades, recepcionadas também por Fernanda Peixoto e Camila Moreira (2) e (3). /// dotada de um estilo que casou perfeitamente com a vibe praiana do casamento de Lucas Ximenes e Mariana Pinto, nas Flecheiras, Lina Franck foi um dos destaques na festa, no quesito elegância (4).

Image-1-Artigo-2256010-1

Marcelo e Karina de Castro (1)

Lia Linhares, Maira Silva, Giovana Castro e eu recepcionadas pela anfitriã Fernanda Peixoto (2)

Image-2-Artigo-2256010-1

Sarah Castro e Camila Moreira (3)

Lina Franck (4)

Image-0-Artigo-2256010-1

Destaque

Após prestar consultoria para a Cavalieri Confraria, de Felipe Rocha, o chef Leo Gondim está a todo vapor e pronto para novos projetos.

Artesã

Image-0-Artigo-2255400-1

Responsável por levar a renda e outras tipologias do artesanato nordestino para a alta-costura, Almerinda Maria é hoje referência internacional pelo cuidado com que utiliza o handmade em vestidos que são verdadeiras obras de arte.

Como foi o início da sua relação com o artesanato?

Inicialmente trabalhei com multimarcas e senti a necessidade de valorizar o artesanato, agregando a alta costura à exclusividade do feito à mão. Assim, comecei a produzir com renda de bilro (produzida pelo cruzamento sucessivo de fios) e bordados de richelieu (técnica que cobre o desenho feito à mão sobre o tecido, com o bordado, que pode ser feito com uma máquina guiada pela artesã) e, depois, incluí a renda de renascença (executada com agulha comum, linha e lacê), hoje característica do meu trabalho.

Quando você decidiu criar a própria marca? E a partir de que momento você associou o trabalho artesanal à alta-costura?

Trabalho com o segmento de moda há 30 anos e fui influenciada pela minha mãe, que é costureira, a entrar no mundo da moda. Minha caminhada começou mais forte em 1988, quando comecei a trabalhar com richelieu, entrando no nicho de roupas artesanais. Eu buscava fazer uma moda exclusiva para mulheres elegantes e atemporais e já usava tecidos nobres e o próprio richelieu na minha marca - que se chamava D'seu do Céu.

No início, havia alguma resistência do público em usar as rendas e tipologias artesanais?

A aceitação inicialmente veio do Sul e Sudeste. Algumas empresas de nível nacional conheceram nossos produtos em uma grande feira que existia nos anos 1980, a Fenit (Feira Nacional da Indústria Têxtil), e com isso iniciou nosso trabalho de desenvolvimento de produtos para multimarcas. Após essa valorização, o varejo local passou a admirar o artesanato, o feito à mão se tornou cada vez mais fashion e hoje tem seu verdadeiro valor.

Como você foi conquistando visibilidade?

Fazer o desenvolvimento de produtos para marcas como Carlos Miele e Daslu fez com que o nosso produto se tornasse cada vez mais reconhecido.

Seu processo criativo se concentra em coleções para sua marca ou é mais focado em peças sob encomenda?

Nós trabalhamos com a direção criativa de dois estilistas com base nas tendências internacionais, agregando o trabalho manual das rendas - renda de renascença, renda de labirinto, renda de bilro e o bordado richelieu -, característica maior da marca nas tendências dentro da cartela de cor escolhida. Criamos duas coleções específicas todo ano, uma desfilada no Dragão Fashion Brasil e outra voltada para o fim do ano, o que não nos impede de fazer novas criações ao decorrer do ano e de termos um trabalho mais direcionado, feito sob medida.

Quem são seus maiores inspiradores, na vida e no ambiente de trabalho?

Meus pais, Almiro Bezerra e Alcina Costa.

Como gosta de aproveitar as horas vagas?

Pesquisando novas tendências e maneiras de encantar cada vez mais minhas admiradoras.

Um livro.

A Bíblia.

Uma viagem.

Uma vez que fui a Paris, em uma pesquisa de tendências, e percebi que os franceses se encantaram pelas minhas rendas.

Uma personalidade que gostaria de conhecer.

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.