coluna

Galeria por Márcia Travessoni: Mostra em Lisboa

00:00 · 04.11.2017
Comitiva cearense que foi para a abertura da exposição em Portugal

A Fundação Edson Queiroz expandiu as fronteiras da atuação junto à arte e levou para Portugal a exposição "Modernismo Brasileiro na Coleção da Fundação Edson Queiroz", mostra que ilustra a produção modernista nacional, executada entre 1920 e 1960 por artistas como Lasar Segall, Di Cavalcanti, Victor Brecheret e Lygia Clark, além dos cearenses Sérvulo Esmeraldo e Antonio Bandeira. A exibição foi aberta na última semana, no Museu Coleção Berardo, em Lisboa, e contou com a presença da presidente da Fundação Edson Queiroz, Lenise Queiroz, e do chanceler da Universidade de Fortaleza (Unifor), Edson Queiroz Neto, além de diplomatas, autoridades e cearenses que residem em Portugal. A exposição, que reúne 76 obras do acervo da Fundação, tem curadoria de Regina Teixeira e está disposta em um espaço de 760m², com projeto dos arquitetos Daniela Alcântara e Rui Campos Matos. Antes de chegar em Portugal, a mostra passou por São Paulo. Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba e Rio de Janeiro. A presidente da Fundação, Lenise Queiroz, evidenciou, na noite de abertura, a intenção de fazer com que a mostra percorra ainda outros países europeus, ampliando sua itinerância e visibilidade.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.