Coluna

Estrelas esquecidas: Síndrome de Takotsubo

Estrelas Esquecidas

A. CAPIBARIBE NETO - capi@globo.com

00:00 · 11.08.2018

Cientificamente, Takotsubo é uma síndrome de cardiopatia induzida por estresse, também chamada de balonamento apical transitório do ventrículo esquerdo ou, sentimentalmente, a síndrome do coração partido. No Japão, a síndrome de Takotsubo é caracterizada pela presença de movimento discinético transitório da parede anterior do ventrículo esquerdo, com acentuação da cinética da base ventricular que pode se assemelhar a sintoma do infarto agudo do miocárdio, com dor torácica.

A síndrome descrita apresenta como peculiaridade o fato de seu desencadeamento estar ligado a alguns fatores bastante variáveis, sendo um deles o estresse. Apesar dessa síndrome ser mais comum em mulheres, a Takotsubo é uma dor no coração, e coração não possui sexo - e pode agonizar sem escolher banheiros com novas regras.

À época em que fiz confidências bombas para explicar a cara triste e me entregar liberando lágrimas que me delataram, fui diagnosticado com a síndrome do "funem rodent" (roedor de corda), aquele que sofre por amor, alguém que foi sentenciado a um adeus definitivo. Podia ter molhado o guardanapo discretamente e dizer que estava sofrendo os efeito da síndrome da Tokotsubo e pronto.

Se tivessem perguntado "que diabos é isso", bastaria dizer que estava no laudo do laboratório e que iria ouvir o médico. Diria que podia ser o reflexo de uma variação temporal na resolução do processo, embora esse fato não explicasse a hipercontratilidade do segmento apical e que tinha ido, como muita gente faz, pesquisar na internet, com o doutor Google.

Seria consolado e ninguém se atreveria a perguntar se a Takotsubo mata, se é contagiosa, se deixa sequelas, se sugere evitar beber vinho ou comer camarão. Também não me telefonariam querendo saber se estava melhor da Takotsubo, se estava tomando os remédios direitinho, no horário. "Funem rodent" é pobre. Síndrome de Takotsubo é chique. Roer corda se cura com Esomeprazol ou um novo amor, nova paixão.

Os sintomas da Takotsubo aparecem após forte abalo emocional, podem evoluir para um choque cardiogênico e insuficiência respiratória por edema agudo dos pulmões, mas os sintomas da síndrome da corda roída não ficam longe. A Takotsubo, a despeito da gravidade da doença aguda, é transitória e o tratamento é essencialmente baseado em medidas de suporte hemodinâmico.

Já a "funem rodent" pode persistir por muito tempo, ter recaídas e deixar sequelas com pitadas de ciúmes e inveja por conta da nova administração dos abraços e nudez que não fazem mais parte do seu domínio.

A doença de verdade, aquela física, é possível de ser exibida através de exames clínicos; a outra, a sentimental, amorosa, dessa ninguém se protege, nem mesmo com uma barbacã - muro avançado, construído entre a muralha e o fosso de um castelo, para proteger os pontos estratégicos da fortificação de um castelo.

Certas lembranças são como fatos e fatos são como pedras e delas não há como escapar. Elas podem ser nossos maiores inimigos, represadas dentro de nós e, de repente, o homem sofre uma síndrome dessas... A síndrome de Takotsubo.

Últimos Artigos

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.