Exemplo

Sem cobrar, barbeiro corta cabelos de crianças que leem para ele

A ideia não é apenas ler, mas estimular o aprendizado e os novos conhecimentos nos pequenos

Holmes teve a ideia de oferecer cortes gratuitos ao ver como o processo de aprendizado pode ser difícil para muitas crianças ( Foto: Reprodução/ The Herald )
17:27 · 25.08.2015

O barbeiro Courtney Holmes, de Iowa, no Estados Unidos, estimula a educação e a cultura das crianças enquanto corta o cabelo delas. O pagamento que exige em troca de seu trabalho é simples: os pequenos clientes precisam ler para ele.

Pai de dois filhos, Holmes teve a ideia de oferecer os cortes gratuitos ao ver como o processo de aprendizado pode ser difícil e estressante para muitas crianças. A troca de histórias por corte de cabelo ocorreu durante um evento chamado "Back to School Bash", que une pessoas e recursos para o próximo ano letivo.

As crianças podiam escolher alguns livros para ler a Holmes. De acordo com a reportagem do jornal The Herald, Tayshawn Kirby, de 9 anos, aprendeu sobre a pirâmide alimentar e que uma pessoa comum ingere até 68 kg de açúcar por ano.

A ideia não é apenas ler, mas estimular o aprendizado e os novos conhecimentos nos pequenos.

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.