Teatro

Peça, em cartaz dias 21 e 22, narra encontro de Pablo Picasso com uma criança

A relação dos dois é o pano de fundo da trama, que fala sobre grandeza e a pureza de ser criança

14:54 · 13.11.2015 por Ticiana de Castro
picasso
Tanto nas apresentações abertas ao público como para as escolas públicas, haverá tradução simultânea para libras

Livremente inspirado no livro homônimo de Antony Penrose, a obra "O menino que mordeu Picasso", escrita e dirigida por Marcelo Romagnoli, narra o encontro de Pablo Picasso com uma criança que frequenta seu atelier e acompanha o jeito de pintar de um dos artistas mais expressivos da história moderna.  

A relação dos dois é o pano de fundo da trama, que fala sobre grandeza e a pureza de ser criança. E a essência da peça pode ser resumida com a citação do próprio Picasso, que disse: “Passei a vida tentando aprender a pintar como uma criança”.  

Premiado com APCA - Associação Paulista dos Críticos de Arte - e o Prêmio Femsa de Teatro, ambos na categoria Melhor Ator para Fábio Espósito, o espetáculo vem sendo apresentado em diversas cidades do país.

Em Fortaleza, o espetáculo de 50 minutos também será apresentado para alunos de várias escolas públicas da cidade em seis apresentações, de 19 a 22 de novembro. Outra máxima é que tanto nas apresentações abertas ao público como para as escolas públicas haverá tradução simultânea para libras.   

Junto com o espetáculo a exposição “Picasso - Guernica e o século XX" também será apresentado conjunto de painéis de reproduções da obra do pintor organizado por Mivaldo Messias Ferrari, professor do Centro Universitário de Araraquara. A exposição será realizada no hall do Teatro onde ocorrerá a apresentação do espetáculo, durante a entrada e saída do público, em painéis fixos.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.