Novidade

Hospital de Maracanaú inaugura primeiro equipamento para realização de parto normal na água

O objetivo é estimular as gestantes a terem o bebe sem necessidade de cirurgia ou remédios

14:28 · 24.09.2015 / atualizado às 16:05
parto humanizado
( Stênio Saraiva )

O Hospital Municipal Dr. João Elísio de Holanda,em Maracanaú, através do Centro de Parto Normal Agacil de Almeida Camurça inaugura  na próxima sexta-feira, 25, às 11h30min, o primeiro equipamento para realização de parto normal humanizado na água no Nordeste. O objetivo é estimular as gestantes a terem o bebe sem necessidade de cirurgia ou remédios.

De acordo com Vânia Crisna, enfermeira do Hospital Municipal Dr. João Elísio de Holanda, o parto normal na água favorece o nascimento mais natural para o bebê, já que ele continua envolto em água, como se ainda estivesse no útero da mãe, e em uma temperatura próxima a 38º C. “Não há riscos de afogamento para o bebê. Quando nasce, a criança ainda respira pelo cordão umbilical por pelo menos 20 segundos”, explica.  Já para a mãe, o parto na água é benéfico, pois a temperatura da água aquecida alivia as dores das contrações, reduz o estresse, além de acelerar a irrigação sanguínea, relaxar os músculos e facilitar a saída do bebê.

O Hospital Municipal Dr. João Elísio de Holanda realiza em torno de 350 partos por mês, dos quais 45% são cesarianas e 55% normais. O evento faz parte do encerramento da Semana do Bebê, em parceria com o Unicef.

A sala preparada para o parto normal conta com uma banheira com capacidade de 450 litros e mantém a temperatura em cerca de 38 º C. Os partos na água serão acompanhados por equipe completa com obstetra, neonatologista, terapeuta ocupacional, enfermeira obstetra e técnica de enfermagem. As gestantes poderão inclusive contar com a presença de marido, parente ou outro acompanhante autorizado.

O parto humanizado proporciona uma rápida recuperação a mãe além de  respeitar o tempo do bebê, principalmente nas últimas semanas de gestação que, o seu sistema respiratório se desenvolve por completo.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.