projeto

Crianças aprendem a cuidar do ambiente com o Capitão Ecocidadão

A programação ensina as crianças a reaproveitarem os resíduos, a obedecerem aos horários de coleta domiciliar e a acondicionarem de forma correta

14:07 · 15.10.2015 / atualizado às 11:49 · 16.10.2015

Você sabia que a quantidade de lixo produzida por dia no Brasil seria suficiente para encher mais de 1.100 aviões de carga? Essa é uma das curiosidades presentes na revistinha interativa Capitão Ecocidadão, distribuída pelo Grupo Marquise e pela Ecofor Ambiental em escolas da rede pública e particular de Fortaleza.

Além das curiosidades, jogos e atividades interativas integram a publicação, ilustrada por Xico Gomes. A estimativa é que até novembro de 2015 50 mil crianças, entre 6 e 12 anos, sejam impactadas pela iniciativa. O material faz parte da edição de 2015 do Programa Ecocidadão nas Escolas, que, neste ano, conta com apoio do Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet, e da Indaiá.
 
A redatora publicitária Clarisse Ilgenfritz, responsável pelo texto da revistinha, explica que o processo de criação buscou respeitar a inteligência da criança, a sua curiosidade natural. “As crianças são os transmissores de informação mais importantes da família, pois o fazem com uma verdade que raramente os adultos alcançam. A ideia é fornecer o máximo de informação, da forma mais divertida e leve possível”, conta.
  
Vini Fernandes, gerente de comunicação e marketing do Grupo Marquise, afirma que Ecocidadão nas Escolas tem como objetivo conscientizar as crianças, transformando-as em multiplicadoras das noções de educação ambiental abordadas na revistinha e na esquete musical “Eu sou um ecocidadão”, produzida pelo Grupo Bagaceira para a edição de 2015 da iniciativa.
 
O programa Ecocidadão tem como objetivo a conscientização socioambiental dos fortalezenses, por meio de ações de educação para a correta destinação dos resíduos sólidos e a redução da incidência de lixo solto. Em 2013, oito escolas foram visitadas, impactando 3 mil crianças e, em 2014, o  programa esteve em 25 escolas, atingido um público de 10 mil crianças.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.