Aventura épica

Com previsão de estreia em 19 de junho nos cinemas brasileiros, "Como treinar o seu dragão 2" promete repetir o sucesso do primeiro filme. Ao Diarinho Plus, o ator Rodrigo Lombardi fala sobre a experiência de dublar um dos personagens da animação

00:00 · 15.06.2014
filme3
O filme "Como treinar o seu dragão 2" estreia nos cinemas em 19 de junho. A história se passa cinco anos depois dos acontecimentos da primeira animação ( Fotos: Divulgação )
filme2
Os melhores amigos Soluço e Banguela descobrem novos territórios fora da ilha de Berk
filme1
O dragão promete conquistar novos fãs na continuação
filme
Já seu dono, agora mais maduro, terá que enfrentar novos desafios
rodrigo1
Rodrigo Lombardi empresta a voz ao novo vilão de "Como treinar o seu dragão 2", Drago. Essa é a terceira vez que ele atua como dublador: a primeira foi em "A princesa e o sapo" e a segunda em "Valente"
rodrigo1
O artista descreve as experiências como "fascinantes"

Para os fãs de Soluço e Banguela, a notícia é boa: a dupla está de volta à telinha em 19 de junho, na continuação de "Como treinar o seu dragão". No segundo capítulo da trilogia, que se passa cinco anos depois dos acontecimentos do primeiro filme, Astrid, Melequento e o resto da turma competem uns com os outros em corridas de dragão, o novo esporte da ilha de Berk, enquanto Soluço e Banguela voam pelos céus, descobrindo territórios fora dos mapas e explorando novos mundos.

Um belo dia, uma das aventuras do garoto e de seu melhor amigo os leva a descobrir uma caverna gelada secreta, que serve de esconderijo para centenas de dragões e tem como líder o misterioso Drago Bludvist, novo personagem do longa-metragem infantil. Na versão dublada, o ator Rodrigo Lombardi, no ar na novela "Meu pedacinho de chão", empresta a voz ao vilão. Essa não é a primeira vez que o artista encara o desafio. Em 2009, teve sua primeira experiência como dublador em "A princesa e o sapo" e, em "2012", participou de "Valente".

Pai de Rafael, de seis anos, Rodrigo e o filho são fãs assumidos da franquia "Como treinar o seu dragão". Ao Diarinho Plus, o artista confessa que partiu dele ir atrás dos responsáveis pela a animação da DreamWorks Animation no Brasil para participar do elenco. "Eu e o Rafael somos apaixonados pelo Soluço e pelo Banguela desde o lançamento do desenho, anos atrás. De lá pra cá, assistimos milhares de vezes. Quando fiquei sabendo que a continuação ia ser lançada, botei na cabeça que precisava dublar a produção para o meu filho e dei um jeito que soubessem disso".

Questionado sobre Drago, Rodrigo adianta que o vilão é um "guerreiro rejeitado". "Ele é um homem poderoso, que foi excluído por todos do vilarejo de Berk ao tentar se impor como líder, pois se conseguisse, seria um tirano. Após anos, ele planeja tomar Berk com seu próprio time de dragões", explica.

Sobre estar por trás de um personagem de animação, é só elogios. Descreve as experiências que teve como "fascinantes". "É um trabalho onde eu me transporto para um mundo que sempre admirei, sempre quis fazer parte disso", comenta o aotr, que assume gostar de desenho animados: "Uso meu filho como desculpa para assistir. Além disso, tenho como hobby a leitura de contos, estórias e psicologia infantil".

Ele ainda afirma que o trabalho não tem pontos negativos. "Talvez, pensando como um ator-criador, sou obrigado a fazer meu trabalho de uma forma diferente daquela que eu teria feito se a voz original fosse minha, mas isso também acontece no teatro e na TV".

Rodrigo também contou como funciona o processo de dublagem: O dublador só recebe o texto na hora e, somente às vezes, é possível ver o filme antes. "Leva algum tempo para achar a voz, o tom e inflexões, pois muitas vezes a voz original é bem diferente da minha. Então esse tempo é usado para alcançarmos não uma semelhança, mas a verdade do personagem".

Em "Como treinar o seu dragão 2", Rodrigo dublou em dois dias, o que, segundo ele, é o tempo normal. "Tenho muito cuidado com a técnica vocal, pois preciso sustentar meu padrão de voz por 15, 16 horas e nisso o diretor Marcelo Coutinho, que além de ótimo dublador, é um excelente cantor de ópera, me ajudou muito", elogia.

Um garoto normal

Sucesso entre telespectadores de todas as idades, o artista destaca o principal diferencial da franquia, na sua opinião. "Quando assisti o primeiro desenho, vi que não era apenas uma estória comum entre um garoto e seu animal de estimação. O Soluço é um anti-herói. Ele é realmente um garoto e só um garoto. Não possui superpoderes, possui vontades e muitos impedimentos comuns a um adolescente. Isso faz com que o espectador saia do cinema pensando: eu posso ser esse garoto".

Em contagem regressiva para a estreia de "Como treinar o seu dragão 2" nos cinemas brasileiros, Rodrigo se derrete ao falar do maior fã, o filho. "O Rafael está muito ansioso, especialmente por esse filme. Quando dublei 'Valente' ele ficou imitando meu personagem por um tempão".

Mais sofisticada

Dirigido novamente por Dean DeBlois, a franquia "Como treinar o seu dragão" vem mais sofisticada nesta sequência, com dragões multicoloridos que vão fazer a alegria das crianças e cenas de ação filmadas com câmeras que viajam pelos cenários. O filme ainda aposta em elementos já conhecidos do público, como o carisma de Banguela e sua postura de animal domesticado, além de sequências de voo de tirar o folêgo. Os amigos de Soluço também ganham destaque e personalidade própria em "Como treinar seu dragão 2", graças à presença de outro novo personagem, Eret.

Exibido em Cannes este ano, o diretor do longa-metragem adiantou que o terceiro filme da franquia chega aos cinemas em julho de 2016, mas evitou dar maiores detalhes.

Confira o trailer de "Como treinar o seu dragão 2":

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.