investimento na moda

Rommanel é referência no comércio de joias

Loja expande vendas com mais de 10 fábricas distribuindo produção para vários estados por meio de representantes

00:00 · 12.10.2014
Image-0-Artigo-1716543-1
As peças folheadas a ouro ganham a cada mais destaque, por serem similares e mais acessíveis. A cada 90 dias, os comerciantes do setor vêm a Juazeiro para renovação de seus estoques ( FOTO: MIRELLY MORAIS )

Juazeiro do Norte. O comércio de joias e semijoias no Cariri não para de crescer. Existem na região mais de dez fábricas de fundição e banho de joias, distribuindo sua produção para vários estados, por meio de representantes ambulantes ou pontos de revenda. A cada 90 dias, os comerciantes do setor vêm a Juazeiro para renovação de seus estoques. As peças folheadas a ouro ganham a cada dia mais destaque, por serem similares e mais acessíveis.

O crescimento do setor é tão expressivo que já atraiu grandes marcas nacionais, já estabilizadas na região e aumentando seus investimentos no mercado regional. A Rommanel, que tem fábrica em São Paulo e atua em Juazeiro há mais de 12 anos, já expandiu seus serviços e hoje dispõe de duas lojas, uma no centro e outra no Cariri Garden Shopping. Com previsão de abertura de mais uma filial no Shopping Juazeiro, que está em construção. Ao todo, a filial da marca atende a mais de 30 mil clientes, dos Estados da Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Piauí, e Maranhão. A gerente da unidade de Juazeiro, Kelly Andrade destaca que a Rommanel já tem um nome conhecido, e mesmo a cidade sendo um polo do setor, houve espaço para crescimento de uma marca de fora.

Aceitação

"Tivemos um rendimento considerável nesse tempo, em tudo, desde o financeiro ao número de funcionários que hoje já são 14, somente na loja do Centro". Ela diz que a Rommanel já tem aceitação e não vê os outros que trabalham no mesmo segmento como concorrentes. "Temos uma grande aceitação no mercado e nos destacamos porque vendemos moda e é isso que as pessoas procuram nas nossas linhas, as ultimas tendências, o que está sendo usado no momento", frisa a gerente. A cada dois ou três meses são lançadas novas coleções. O design das peças é muito semelhante à joia e isso atrai clientes que gostam da sofisticação. Kelly comenta que é justamente esse o segredo, está sempre inovando, "vendemos a imagem, usamos artistas de renome, conhecidos do publico nas campanhas de marketing".

A loja vende tanto varejo como atacado, cadastrando revendedores, que se tornam consultores da marca. A gerente se diz satisfeita com o mercado regional e destaca que hoje o comércio de Juazeiro não deixa a desejar aos de grandes capitais, por isso tem atraído empresas de todos os setores.

O grande público dessas peças ainda é o feminino, mais cada vez mais os homens aderem ao mercado. Os folheados produzidos pelas fábricas juazeirenses são banhadas a ouro. O produto mais procurado ainda é o brinco, mas o mercado dispõe de todo tipo de peça, desde as mais simples, as mais sofisticadas. Elas podem variar de R$ 5 a R$ 600, dependendo do trabalho realizado na peça.(M.M)

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.