Demonstrações de fé

Romaria de Finados se encerra em Juazeiro

Data será marcada por grande concentração de fiéis que reverenciam, especialmente, o patriarca da cidade, o padre Cícero Romão Batista

00:00 · 02.11.2014
fd
Católicos de várias partes do País acorrem à cidade para maior romaria do ano ( Foto: Elizângela Santos )

Juazeiro do Norte. A Romaria de Finados será encerrada hoje, nesta cidade. A celebração na manhã assume um caráter diferenciado, com a participação de milhares de pessoas, em intenção do Padre Cícero. Fiéis sairão às 5 horas em caminhada da Basílica de Nossa Senhora das Dores até a Capela do Socorro, onde estão sepultados os restos mortais do sacerdote. Às 6 horas acontece missa campal encerrando romaria com maior participação popular.

A estimativa da Secretaria de Cultura e Romaria é que 500 mil pessoas tenham passado pela cidade desde o último dia 29, na abertura oficial das celebrações. Ao meio-dia de hoje, acontece a despedida dos romeiros, na Basílica, e missas são celebradas durante todo o dia, com grande visitação no Santuário dos Franciscanos e Capela do Socorro.

A fiscalização mais ostensiva em relação aos caminhões paus de arara fez com que alguns fretantes desistissem de participar da romaria deste ano. Mas, alguns deles entraram na cidade até mesmo antes de começar a fiscalização, no último dia 30, e que será concluída hoje, na segunda etapa de Operação Romaria Segura.

Diferencial

Um dos diferenciais desta romaria é a presença marcante dos paus de arara, o transporte precário utilizado por grande parte dos fiéis que vem a Juazeiro. Segundo o pároco da Basílica de Nossa Senhora das Dores, Joaquim Cláudio, nesta romaria há uma presença maior de pessoas de menor poder aquisitivo, e isso é constatado pelos meios de transporte a que se submetem. Ele disse que, desde o ano passado, tem acompanhado essa questão relacionada ao processo de fiscalização, que parece ser irreversível, mesmo sendo motivo de reclamação dos condutores, que não têm outra opção para transportar o romeiro de forma mais acessível.

Ele afirma que muitas pessoas podem ter deixado de vir, mas era grande a quantidade de romeiros desde o início da semana chegando na cidade. "É incrível, mas desde a romaria do mês de setembro, que não param de chegar romeiros", afirma. Segundo Joaquim Cláudio, não são os mesmos de setembro, além disso, muitas pessoas estão em Juazeiro pela primeira vez", diz.

Neste período de romaria, locais como o Santuário dos Franciscanos e a Capela do Socorro passam a ser áreas estratégicas de visitação. Milhares de pessoas, durante todo o dia, percorrem esses espaços para cumprir rituais, que muitos repetem todos os anos, como depositar flores no túmulo do Padre Cícero e fazer o "passeio das almas", uma caminhada na passarela dos arcos em torno do Santuário dos Franciscanos.

Visitação

Durante esta romaria é muito comum a presença de romeiros dos Estados de Pernambuco e Sergipe, mesmo com a vinda massiva de alagoanos, que têm grande participação durante a festa da padroeira, Nossa Senhora das Dores, no mês de setembro. A visitação aos cemitérios da cidade acontece por todo o dia, principalmente no Socorro, o mais antigo de Juazeiro.

A Romaria de Finados, também conhecida como Romaria da Esperança, é a última do ano e a penúltima a encerrar o ciclo das grandes romarias, iniciado em setembro e que termina no mês fevereiro, na Romaria de Nossa Senhora das Candeias. A secretária de Cultura e Romaria, Marli Bezerra, destaca todo o processo de organização mantido para o atendimento aos romeiros, com atendimentos à saúde em locais estratégicos, de maior movimentação, a exemplo da área da Basílica de Nossa Senhora das Dores, Socorro, Horto e os Franciscanos.

O Santuário dos Franciscanos passou a ser, ao longo dos anos, um dos grandes atrativos da data, com um estímulo maior dado por Frei Damião. O local é acolhedor para o romeiro, nesta época de alta temperatura, com a sombra dos pátios internos. Além disso, há a gruta de Nossa Senhora, onde as pessoas têm acesso a uma fonte de água para saciar a sede e levar para casa, como é de costume de muitos fiéis.

Mais informações:
Semasp
Parque Ecológico das Timbaúbas S/N
Juazeiro do Norte
Telefone: (88) 3511-3512

Elizângela Santos
Colaboradora

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.