171 anos

Presença de Padre Cícero continua forte

Na próxima terça-feira, comemora-se, em Juazeiro do Norte, o aniversário do sacerdote

22:00 · 21.03.2015 / atualizado às 00:00 · 22.03.2015
Image-0-Artigo-1819252-1
A estátua, na Colina do Horto, é um dos locais mais visitados em Juazeiro ( Foto: Elizângela Santos )

Juazeiro do Norte. Mesmo praticamente há 171 anos após seu nascimento, o Padre Cícero Romão Batista, que faz aniversário na próxima terça-feira, é um ícone incontestável para a cidade que já acolheu múltiplas religiões e pessoas de diversas partes do Brasil, principalmente da região Nordeste.

Não existe uma estimativa oficial, mas apregoa-se que Juazeiro do Norte conte com uma visitação anual, desde romeiros guiados pela fé, a pessoas que desejam conhecer a cidade diferenciada e com um desenvolvimento comercial ascendente, de 2 milhões de pessoas. E o símbolo Padre Cícero está muito presente, até mesmo nas mais modernas casas comerciais da cidade. Também faz a diferença nos cartórios de registros, com grande parte dos bebês recebendo o seu nome.

No último dia 20, foram iniciadas as festividades em comemoração ao aniversário do ilustre personagem, com a tradicional missa que leva milhares de pessoas ao Largo do Socorro, em frente à Capela com o mesmo nome, onde estão sepultados os restos mortais do sacerdote. A celebração abriu a XXXIII Semana Padre Cícero, com diversas homenagens. Ao longo dos anos, a cidade passou a vivenciar a presença de imagens de um religioso que se tornou ícone e santificado pelos fiéis.

Nome

Tanto que o escrevente do Cartório Pariz, Luciano Leite, afirma que até hoje o nome do padre faz a diferença nos registros de nascimento, pela quantidade de homenagens dos pais. Os registros em nome de Cícero também estão associados às promessas alcançadas. Ele disse que, neste mês, foram 23 registros como o nome Cícero no cartório, em meio a 300 bebês nascidos.

É algo significativo, segundo o escrevente, ao perceber que, nos anos 60 e 70, a média em relação à margem de 300 pessoas poderia chegar a um pouco mais que o dobro de nomes em homenagem ao padre, ou seja, até mais de 50 meninos. O cartório é o único na área urbana a fazer registros de nascimento. Os outros nomes que lideram a lista são Maria, José e Francisco.

Comércio

Em Juazeiro do Norte, o comércio foi um dos segmentos do desenvolvimento econômico que se firmou ao longo dos anos graças ao incentivo do sacerdote. Tanto que, até hoje, não são raras as lojas que têm uma imagem na entrada do estabelecimento, ou mesmo um quadro na parede. Algumas delas, até em tamanho natural. Mesmo nas empresas modernas ou nos grandes centros de compras, como é o caso do Cariri Garden Shopping.

Uma das primeiras imagens do sacerdote a receber o aval do próprio Padre Cícero foi feita pelo artesão Mestre Noza, em madeira. A artista plástica Assunção Gonçalves, falecida há quase dois anos, e que foi contemporânea do Padre Cícero, confirmou que o sacerdote chegou a inaugurar a estátua, em sua homenagem, e em tamanho natural, na Praça Padre Cícero, no Centro da cidade. O monumento, para ela também, era o que mais tinha semelhança com as feições do religioso.

A comerciante Socorro Gonzaga diz que a maior parte das lojas mais antigas instaladas na cidade continuam com a imagem logo na entrada do estabelecimento. A da sua loja de artigos de festa, de quase um metro, está há dez anos no comércio e ela sente até a necessidade de colocar outra mais nova.

As pessoas, principalmente os mais antigos e religiosos, chegam a parar para fazer orações nesses locais. Outros já chegaram a depositar moedas, que ela repassa para Igreja ou dá para os mendigos que passam pedindo. "É, sem dúvida, a expressão da fé. Eu sou uma devota do Padre Cícero e ele está me ajudando", afirma. Além das lojas, em grande parte das farmácias da cidade há uma imagem. (E. S.)

Mais informações:

Secretaria de Cultura e Romaria de Juazeiro
Rua Santo Agostinho
Centro - Juazeiro do Norte
Telefone (88) 3512-3380

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.