Iphan poderá tombar bens culturais

Patrimônios históricos da Região estão na mira do órgão, que poderá abranger desde prédios a festas religiosas

00:00 · 07.12.2014
Image-0-Artigo-1755471-1
O conjunto da RFFSA está entre os bens culturais que poderão ser tombados ( Fotos: Elizângela Santos )
Image-1-Artigo-1755471-1
Uma das edificações que se encontra com o tombamento provisório é a Casa de Câmara e Cadeia, que abriga os museus Histórico e Vicente Leite do Crato, que deverá ser recuperada, conforme a Secretaria de Cultura do Município

Crato. Prédios históricos do Cariri estão na mira do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para passarem pelo processo de tombamento e consequente preservação da história arquitetônica e do desenvolvimento regional.

Uma das edificações que se encontra com o tombamento provisório é a Casa de Câmara e Cadeia, que abriga os museus Histórico e Vicente Leite do Crato, que deverá ser recuperada, conforme a Secretaria de Cultura do Município, por meio de projeto parceiro com o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Mesmo com um importante acervo cultural e histórico, até o momento não há sequer um prédio com tombamento definitivo na região do Cariri.

Há também projetos relacionados a registros de manifestações importantes da cultura local, a exemplo da Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio, em Barbalha. Este é o projeto mais adiantado na região, no que diz respeito aos dados necessários para encaminhamento ao Conselho Consultivo do Iphan, em Brasília, o que poderá acontecer apenas no segundo semestre de 2015. O projeto ainda passará por adequações, como forma de sintetizar a grande quantidade de dados históricos e registros de imagens sobre a festa e suas manifestações culturais, principalmente dos grupos tradicionais e do pau da bandeira.

O superintendente do Iphan no Ceará, Murilo Cunha, também destaca os lugares sagrados e as romarias de Juazeiro do Norte como os próximos passos a terem uma dinâmica maior no processo de levantamento de dados. Há cerca de quatro anos, uma parceria do órgão com professores da Universidade Federal do Ceará (UFC) deu início ao trabalho de levantamentos históricos sobre áreas como a Colina do Horto, o casarão centenário do Padre Cícero e monumento erguido ao sacerdote.

O conjunto da RFFSA em Crato também está entre os bens culturais e históricos a serem possivelmente tombados. Há menos de uma década o local, que passou a ser denominado Centro Cultural do Araripe, esteve ameaçado, pela depredação dos prédios e abandono. Foi adquirido, então, pela Prefeitura e recuperado em sua originalidade. A preservação desses espaços, segundo a secretária de Cultura do Crato, Dane de Jade, também passará a ter, no futuro, um amparo maior com a reformulação da lei municipal de 1999, que trata do Patrimônio Histórico, Artístico e os Bens Naturais do município.

Estudos

No caso do conjunto de prédios da estação do Crato, Cunha ressalta que serão realizados estudos mais detalhados da área, para posterior montagem de um dossiê de tombamento.

Esse trabalho passa por uma análise arquitetônica, levantamento histórico, inserção da população, além do poder público, entre outros aspectos. Em relação ao registro do patrimônio imaterial, o processo é diferenciado. Os pedidos também devem partir da própria população ou poder público, frente à importância e o significado do bem.

Ajustes

Mesmo sendo anunciado para agosto deste ano, o registro da Festa de Santo Antônio de Barbalha ainda passará por ajustes finais para ser encaminhado a Brasília. Está sendo finalizado um dossiê para o registro, que é a peça fundamental para avaliação pelo Conselho Consultivo. A definição do período a ser avaliado é do próprio órgão, já que outros processos podem estar sendo vistos. Os membros do conselho se reúnem de três a quatro vezes por ano.

Segundo a historiadora do Iphan-CE, Ytala Bianca Morais da Silva, será finalizado o processos do registro de Barbalha, com um texto monográfico, sintetizando os aspectos fundamentais da festa, para a salvaguarda dos bens imateriais de uma cultura tão representativa.

Mais informações:

Prefeitura Municipal do Crato
Secretaria de Cultura
Centro
Largo da RFFSA
Telefone: (88) 3523-2365

Elizângela Santos
Colaboradora

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.