Meio ambiente

Gestão de resíduos sólidos na região será refletida em fórum

Aterros, incineração e separação de lixo estão sendo pesquisados no Cariri para posterior debate regional

00:00 · 07.12.2014
Image-1-Artigo-1755443-1
Os lixões e os catadores ainda prevalecem no destino dos resíduos no Cariri
Image-0-Artigo-1755443-1
Para o pesquisador, as ações avaliadas se baseiam em critérios que venham a racionalizar e, sobretudo, humanizar as práticas de gestão do lixo ( Fotos: Elizângela Santos )

Juazeiro do Norte. Com a finalidade de trocar experiências e promover debates sobre as tecnologias mais eficientes para a gestão de resíduos sólidos, pesquisador do Cariri, professor Rodolfo José Sabiá, criou e está coordenando o Fórum Resíduos e a Sustentabilidade do Planeta, a partir do Cariri.

As novas tecnologias apropriadas às regiões deverão ser o foco das discussões, para que, no fim de 2015, a região realize o primeiro Fórum Regional. A meta é ampliar as propostas de implementação de alternativas. Entre as cinco experiências pesquisadas por ele, o aterro sanitário foi classificado como a pior alternativa

O pesquisador esteve reunido recentemente com representes da Câmara de Comércio e Indústria Brasil - Alemanha, no intuito de ampliar as possibilidades de trocas de experiências com o país europeu. O País é um dos que mais avançou na área em termos de tecnologia associada à sustentabilidade, no processamento dos resíduos sólidos.

"O objetivo é no fim de 2015 realizar um workshop com as experiências e tecnologias alemãs, além de uma conferência internacional", destaca. Ele ainda ressalta que grande parte das experiências que participarão do Fórum Resíduos e a Sustentabilidade do Planeta possam estar no Cariri discutindo este importante tema junto à comunidade e empresários regionais.

Com isso, será instalada no fórum a pesquisa sobre "Logística reversa aplicada à gestão, tecnologias e padrões de resíduos em cidades em busca da sustentabilidade". O trabalho vem sendo desenvolvido pelo professor Rodolfo Sabiá, do Departamento de Engenharia de Produção da Universidade Regional do Cariri (Urca). Esta pesquisa faz parte do seu pós-doutorado desenvolvido com a supervisão da Universidade Estadual Paulista - Júlio de Mesquita Filho (Unesp).

No trabalho, o professor já fez visitas aos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro, que são os detentores da maioria das experiências sustentáveis do Brasil, além de participar dos eventos Exposucata 2014, em São Paulo, com visita à Câmara de Comércio e Indústria Brasil - Alemanha e Rio Oil & Gas 2014, no Rio de Janeiro.

"A cada dia fica mais claro que existe necessidade da busca de tecnologias adequadas e eficientes para resolver a problemática da gestão de resíduos sólidos", afirma. De acordo com o professor é bastante preocupante a realidade regional, de não ter alternativas de extinção dos lixões, que são os maiores poluentes do lençol freático. No seu estudo, ele utiliza o método "Analytic Hierarchy Process (AHP)", para a tomada de decisão com multicritérios. Com isso, foi estabelecida como parâmetro, a definição de tecnologia sustentável e eficiente para os municípios brasileiros, incluindo alternativas relacionadas à questão da economia, aproveitamento, processos, setores e o impacto no meio ambiente.

Tendência

Durante o seu estudo, ele observou que no Cariri atualmente há uma tendência de implementação principalmente de aterros sanitários. Rodolfo Sabiá justifica que essa é uma boa alternativa, mas não significa estar entre as melhores. Para ele, há possibilidades de implementação de outras formas até mais acessíveis do ponto de vista de investimentos, além de oferecer um retorno com benefícios voltados ao meio ambiente, de forma mais ampla.

As alternativas estudadas foram o Aterro Sanitário, Usina de Incineração, Usina de Plasma, Biodigestores e Compostagem. Resultados preliminares indicam que o Aterro Sanitário é a pior das cinco tecnologias das alternativas analisadas. Mostra, ainda, que 49,9% é influência do Impacto Ambiental; 25,3% Econômico; 13,5% Processos; 6,5% Aproveitamento e 4,7% Setores.

O trabalho também tem dimensão social e foi criado dentro do site da Urca o Fórum Resíduos e a Sustentabilidade do Planeta (www. Forumresiduos.Urca.Br). A meta é, por meio do fórum, poder articular diversos setores como governos, indústria, comércio, agricultura, serviços, e todos os interessados que quiserem se cadastrar e participar das discussões.

Experiências

Haverá espaço para postagem de vídeos, com a finalidade de levar ao público em geral experiências em cidades sustentáveis no Brasil e no exterior. Esta é a maneira que o pesquisador encontrou para envolver a sociedade e fazer essa percepção ser compartilhada e aprimorada.

Por meio dos seus contatos, articulará uma viagem para a Europa, onde a Câmara de Comércio e Indústria Brasil - Alemanha se dispôs a ser parceira na disseminação das experiências e tecnologias.

Atualmente dois municípios no Cariri têm implantados aterros sanitários, com experiências de grupos associados, na coleta seletiva do lixo, que são nas cidades de Brejo Santo e Mauriti. O projeto de implementação de um aterro consorciado não deu certo, mesmo após mais de quatro anos de debates e escolha da cidade do Cariri como sede do aterro, para recepção de resíduos de nove cidades da região, além do Município. (E.S)

Dentre as situações avaliadas, a preocupação é maior com a adequação da política de resíduos sólidos nas cidades do Cariri

Mais informações:

Laboratório de Águas Efluentes e Metais Pesados
Rua Hildegarda Barbosa, 215
Bairro Antônio Vieira
Telefone: (88) 3102-1123

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.