Barbalha

Fontes de água em Caldas estão poluídas por esgotos

00:00 · 22.11.2015 por Clara Karimai - colaboradora
Image-0-Artigo-1972108-1
A poluição do manancial ocorre numa das áreas conhecidas pelas águas cristalinas e que se constituem um cartão-postal da cidade ( Foto: Clara Karimai )

Barbalha. Por falta de rede de saneamento, dejetos e esgotos doméstico são jogados diretamente na levada da cascata do distrito Caldas, no Sítio Piquet. O lugar compõe o cenário turístico da Região e é um dos recursos aquíferos de área preservada da Floresta Nacional (Flona) do Araripe, na Região do Cariri, Sul do Ceará.

Um rio de esgoto atravessa o distrito. O odor é o sintoma mais perceptível de que algo está errado com a água. Por não haver tubulação completa, grande parte dos dejetos da comunidade do Caldas se destina ao manancial do Bom Jesus, o que transformou as fontes de águas cristalinas em torrente suja.

O último poço de visitação do distrito fica à beira da nascente. Como não existe continuidade na rede de esgotos, os resíduos transbordam e caem diretamente na fonte. As obras de saneamento básico foram interrompidas há tantos anos que os próprios moradores não souberam informar há quanto tempo a água vem sendo contaminada.

Segundo o vereador da cidade, Rildo Teles, foram encaminhado à Secretaria de Meio Ambiente do Estado e ao Ministério Público documentos informando a atual situação e junto foi feito um pedido de avaliação de impactos ambientais sobre a área, mas ainda não obteve resposta. Ele informou que, amanhã, enviará um novo pedido.

A secretária Municipal do Meio Ambiente, Polyana Coimbra, disse que vem sendo feito um levantamento das ações ocorridas nas gestões anteriores no tocante ao saneamento na área do distrito. Por enquanto, conforme foi ressaltado, ainda que não existe um prazo para que novas providências sejam tomadas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.