150 anos de Ações Missionárias

Evento nacional destaca Pe. Ibiapina

O Seminário estava previsto para 2014, mas foi adiado por causa do Simpósio Internacional do Padre Cícero

00:00 · 26.07.2015
Image-0-Artigo-1897032-1
Advogado, ordenou-se sem passar pelo seminário e logo iniciou as missões ( Foto: Antônio Vicelmo )

Crato. Será realizado de 5 a 8 de agosto, o II Seminário Nacional Pe. Ibiapina: 150 Anos de Ações Missionárias no Cariri Cearense. O evento reunirá diversos estudiosos. O religioso iniciou suas missões no Cariri em 1864. Os debates vão trazer à tona estudos sobre o trabalho desenvolvido na região pelo padre e sua repercussão.

O evento deveria ter sido realizado ano passado, mas, por conta do IV Simpósio Internacional do Padre Cícero, foi transferido. No próximo dia 5 de agosto é a data de nascimento do Padre Ibiapina.

A abertura será marcada por solenidade, na Igreja Matriz de Missão Velha, já que foi naquele Município onde ele começou as suas missões no Cariri. Nos dias 6 e 7, os debates serão no auditório da Fundação Padre Ibiapina, em Crato, onde serão realizadas mesas redondas, grupos de trabalho e apresentações.

Advogado

O padre foi advogado e atuou durante algum tempo na área. Se desencantou com a profissão e foi ordenado de forma especial, porque não precisou fazer o seminário. Após a sua ordenação, passou a exercer uma ação diferente dos padres da época. Iniciou suas missões pelo Interior do Nordeste, pregando oração e trabalho. Essa filosofia chegou a ser incorporada pelo Padre Cícero Romão Batista.

No Cariri, ele fundou quatro casas de caridade, nas cidades de Crato, onde ainda há a edificação; Barbalha, Missão Velha e Milagres. Esses locais acolhiam órfãos e viúvas. "Ele pregava o Evangelho e ensinava o povo nordestino a fazer cacimbão, a orar e a trabalhar", afirma professora Fátima Pinho, do Departamento de História da Universidade Regional do Cariri (Urca), e da organizadora do evento.

A conferência de abertura acontece no dia 6, no auditório da Fundação Padre Ibiapina, com a palavra da presidente de honra do Seminário, madre Carmelina Feitosa. Em seguida, acontece a palestra da professora Luitgarde Barros, sobre "Ibiapina e Malagrida: Contextualização Histórica". Com isso, serão debatidos temas relacionados às casas de caridade e o seu papel como elemento de intervenção social, além do Padre Ibiapina, mulheres, educação, formação e cotidiano.

Visitas

No dia 8 acontecem as visitas guiadas, ao Caldas, em Barbalha. No local o padre tinha um carinho especial, conforme a professora Fátima Pinho. "Ele considerava as águas do Caldas milagrosas", lembra.

No jornal que ele editava, "A Voz da Religião", relatava casos de curas das pessoas que se banhavam no local. Ele orientava as pessoas a tomarem banho nas águas "cálidas de Barbalha", hoje Caldas.

Os espaços considerados sagrados em Juazeiro do Norte serão visitados neste mesmo dia. Mesmo não tenho um trabalho efetivo do Padre no Município, Fátima Pinho afirma ter existido uma ação relacionada à sua forma de pregar.

Influência

Padre Ibiapina nasceu em Sobral e existem indícios de que ele esteve no Cariri com o pai ainda criança e depois, quando adulto, veio até a região, nas missões. Ele morou na Paraíba. Chegou a vir três vezes à região, até dom José proibir as missões porque havia um debate sobre a romanização e ele considerava as pregações de Ibiapina muito dentro do Catolicismo da crença popular.

"Um dos grandes legados de Padre Ibiapina foi o modelo de padre que ele deixou. Não apenas na Igreja, rezando a missa, mas se preocupando com o lado social", afirma. O Padre Cícero teria ouvido às prédicas dele.

"Ele foi muito mais um pregador do que Padre Ibiapina, mas muito ligado também ao lado ortodoxo da Igreja. Levou muito de Ibiapina para a sua prática", avalia Pinho.

As casas de caridade também chegaram a funcionar como hospitais. Existe o prédio no Crato, onde a beata Maria de Araújo chegou a ficar enclausurada. Foi construída nos anos de 1870.

Mais informações:

Universidade Regional do Cariri (Urca)
Departamento de História
Campus do Pimenta- Crato
Telefone: (88)3102-1212

Elizângela Santos
Colaboradora

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.