meio ambiente

Escritor enfatiza a ecologia em livro

00:00 · 27.09.2015
Image-0-Artigo-1936930-1
Franco Barbosa é professor universitário, mestre e doutorando em Ciências da Educação. Já publicou sete livros e é professor da rede pública municipal ( FOTO: ELIZÂNGELA SANTOS )

Juazeiro do Norte. No próximo dia 9 de outubro, às 19 horas, será lançado o oitavo livro do escritor Franco Barbosa, na Câmara Municipal de Juazeiro do Norte, intitulado 'Contos Ecológicos Pedagógicos, Ecopedagogia, Desenvolvimento Sustentável'. O livro é direcionado aos professores que são os protagonistas no processo de educar para a sustentabilidade. O evento contará com uma programação dinâmica, performance teatral com o ator André de Andrade, apresentação musical e coquetel de lançamento.

Os contos ecológicos e pedagógicos se fundamentam na necessidade de cada habitante da 'Mãe Terra', contribuir em seu habitat ou espaço de trabalho conservando, restaurando e respeitando o meio ambiente de forma holística, ou seja, não só a fauna e a flora mas a vida, a existência em si, em que o humano se apresenta como criatura primeira.

Pedro, Antônio, Josés, Marias, personagens desse cenário nordestino, são capazes de criar um oásis no sertão agreste, semiárido, onde a água é o elemento mais procurado e mais difícil de encontrar para a sobrevivência dessa gente. Ecopedagogia necessária, segundo Franco, traz à tona a luta pela continuidade da vida no planeta, que tem sido travada pelos ambientalistas do mundo inteiro.

Compromisso

Para o escritor, cabe não só ao poder público cuidar das questões ambientais de forma qualitativa, mas a conscientização deve começar na escola. "Construir esta consciência reflexiva a respeito preservação da vida como um todo, é papel de todos os professores, que através dos contos ecológicos e pedagógicos, podem fazer a sua parte, em sala contando as histórias, com lições com valores que vão formatando um pensamento coletivo em defesa da construção de uma sociedade justa", diz.

Com uma experiência própria de atuação com crianças e adolescentes, Franco Barbosa afirma que os jovens adoram contos, porque as aulas ficam mais dinâmicas e o professor consegue conduzir a turma com mais disciplina. Segundo avalia, a contação de história em sala de aula, além de ser um fator lúdico, é formatador de uma boa consciência ética e cidadã, é um antídoto contra a indisciplina em sala.

Franco Barbosa é natural de Aurora, fez Letras na Universidade Regional do Cariri (Urca) e é professor universitário, mestre e doutorando em Ciências da Educação. Já publicou sete livros, é professor da rede pública municipal, já foi secretário adjunto e secretário interino de Cultura de Juazeiro do Norte.

Palestrante para área educacional como educador e motivacional para as empresas. Professor de Pós-Graduação do Instituto Dom José de Educação e Cultura (IDJ). Ele foi criador do Movimento Raízes do Cariri (Moraca), da Banda Moraca. Três títulos seus foram selecionados pela Secretária de Cultura do Estado para serem distribuídos nas bibliotecas escolares.

Para o superintendente da Autarquia do Meio Ambiente de Juazeiro do Norte, Eraldo Oliveira, o novo livro de Franco Barbosa encanta pelo seu teor pedagógico e pela mensagem otimista de transformação.

Já o chefe do escritório do Ibama, no Crato, William Brito, afirma que o autor questiona as relações do ser humano consigo mesmo, com sua espécie e sua biosfera, com vistas a garantia da sadia qualidade de vida e desenvolvimento sustentável.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.