Culinária diversificada

Doce caseiro incorpora qualidade internacional

A grande novidade para festas e sobremesas é o alfajor, já bastante consumido em Juazeiro e cidades vizinhas

00:00 · 11.01.2015
Image-0-Artigo-1775034-1
Proveniente do árabe al hasu, cuja tradução significa recheado, a guloseima recebe na empresa Mme. Ger alfajor e outras delícias, um toque especial durante o processo de preparo do produto
Image-1-Artigo-1775034-1
Tradicionalmente produzido em duas ou três camadas, com recheio de doce de leite e cobertura de chocolate, o doce ganha características nacionais a partir do uso de produtos como o amendoim, coco, café, maracujá, brigadeiro e ovomaltine ( Fotos: Roberto Crispim )

Juazeiro do Norte. O mercado de doces caseiros começa a ganhar visibilidade e maior crescimento no setor culinário deste município. A quantidade de produtos diversificados e os sabores cada vez mais chamativos têm agradado ao público consumidor, gerando, de tal modo, boa margem de rentabilidade para quem aposta nesta nova oportunidade de negócios, passando a utilizar da criatividade e do empreendedorismo para dar início a um novo ramo de atividade comercial. Em hotéis da região já é possível saborear doces caseiros produzidos sob encomenda, bem como encontrá-los em lojas especializadas na venda destes produtos.

Com receitas tradicionais ou inovadoras, a produção dos doces caseiros gera uma oferta de diversificadas iguarias da culinária internacional, adaptadas ao gosto e ao tempero brasileiro por meio de adequações feitas a partir de produtos nacionais. Dentre os doces originalmente produzidos em outros países e adaptados ao gostinho brasileiro, o alfajor se destaca no mercado consumidor do Cariri.

Em Juazeiro do Norte, uma empresa caseira, mas já conceituada no mercado e com produção crescente a cada dia, tem oferecido à sua clientela variedades saborosas deste doce que é tradicional nas mesas de países europeus, como Espanha, ou ainda, no Chile, Argentina, Peru e Uruguai, além de outros países ibero-americanos. Proveniente do árabe al hasu, a guloseima recebe na empresa Mme. Ger - alfajor e outras delícias, um toque especial durante o processo de preparo do produto.

Tradicionalmente produzido em duas ou três camadas, que após assadas devem ser crocantes e macias, com recheio de doce de leite e cobertura de chocolate, o doce ganha características nacionais a partir do uso de produtos como o amendoim, coco, café, maracujá, brigadeiro e ovomaltine. "A ideia foi mesmo a de inovar nas receitas e oportunizar novos sabores de recheio à nossa clientela", comenta a proprietária da marca, Hélida Germano.

Segundo suas informações, quando os doces passaram a ser produzidos, a intenção inicial era de ampliar a renda familiar, a partir da comercialização dos produtos, sem maiores expectativas de crescimento.

No entanto, graças à aceitação que o doce passou a ter em Juazeiro do Norte, por conta da qualidade e dos sabores diferenciados, o número de pedidos cresceu a tal ponto que a empresa já dispõe de produtos para pronta entrega, passando, também, a oferecer variações de tamanho das guloseimas.

"Hoje nós atendemos a todos os tipos de pedidos. É possível adquirir nossos produtos em pronta entrega ou, se preferir, o cliente pode encomendar a produção com o recheio de sua preferência escolhendo, ainda, o tamanho do alfajor, que pode ser mini ou comum", explicou.

Atrativos

Além dos sabores, os preços dos doces também são convidativos. A unidade custa R$ 3 e na compra de 20 alfajores o valor unitário cai para R$ 2,50. As embalagens são padronizadas e trazem a data de validade dos produtos, o que garante, desta forma, a certeza do consumo de um doce de qualidade e de procedência. "A qualidade dos ingredientes utilizados na produção dos doces é nossa maior preocupação. Esse é o nosso principal diferencial", garante Hélida Germano. Além de atender Juazeiro do Norte, a empresa caseira atende outras cidades da região. (R.C)

Mais informações:

Mme. Ger - alfajor e outras delícias
Juazeiro do Norte
Telefone: (88) 9911-1156

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.