aeroporto de juazeiro

Diminui demanda por voo doméstico

Três primeiros meses do ano registrou 1.652 pousos e decolagens, representando uma redução de 23%

22:00 · 18.04.2015 / atualizado às 00:00 · 19.04.2015
Image-0-Artigo-1836509-1
A queda no fluxo se deu após registro de uma boa movimentação em 2014 ( Fotos: Elizãngela Santos )
Image-1-Artigo-1836509-1
Apesar da queda no volume de passageiros no primeiro trimestre, há estudos voltados para o planejamento de um novo terminal em Juazeiro do Norte, que é uma reivindicação antiga da sociedade civil local

Juazeiro do Norte. Com uma movimentação ascendente nos últimos anos, diminui o número de voos no Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, no primeiro trimestre de 2015, em Juazeiro do Norte, com perspectiva de aumento apenas a partir e julho, com a operação de mais dois destinos. Serão implementados por meio da empresa aérea TAM, linhas para Recife e Brasília.

Segundo dados da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), nos primeiros três meses do ano, foram registrados 1.652 pousos e decolagens, no aeroporto local, registrando uma queda de 2,3% em relação ao mesmo período do ano passado, com 1.691 operações. As reduções, conforme o coordenador de Turismo, Roberto Celestino, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Juazeiro do Norte, se dá principalmente em função da situação conjuntural no Brasil, motivadas pela crise na economia.

Praticamente no mesmo período do ano passado, o Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes registrou uma demanda de passageiros em 20,4% de janeiro a maio, acima do mesmo período em 2013, segundo números levantados de embarque e desembarque. Foram 177, 6 mil pessoas que passaram local nos cinco primeiros meses de 2014 e, com registros de 147,5 mil usuários dos serviços.

Expansão

O aeroporto vinha registrando aumento de demanda significativa até 2014. Celestino destaca avanços importantes relacionados ao local, inclusive com a finalização do processo de indenização da área que poderá receber nos próximos anos um novo terminal. O atual comporta 950 passageiros por ano, depois da construção dos Módulos Operacionais Provisórios (Mops), finalizados no ano passado, com ampliação da área de embarque e desembarque, além de adequação da infraestrutura, como melhoria de banheiros e receptivos. Os módulos entraram em funcionamento no mês de outubro, mesmo sem uma entrega oficial da área.

Celestino afirma que já estão sendo realizados estudos voltados para o planejamento de um novo terminal na cidade, uma reivindicação antiga, por conta do aumento expressivo da demanda de usuários. Os estudos estão sendo viabilizados pela Secretara de Aviação Civil A área atual do aeroporto antes da desapropriação era de 1.288,740 metros quadrados. Com a inserção de 486 mil m², o equipamento ficará com 1.774,740 m². Com esse espaço, conforme a Infraero, haverá condições de melhorias relacionadas à segurança, área de manobra, pista de táxi, entre outras alternativas, proporcionando melhor infraestrutura aeroportuária. Segundo a assessoria de imprensa da Infraero, até o mês de junho, a estimativa é que o aeroporto mantenha a mesma movimentação de 2014.

O Cariri ganhará, além dos dois novos voos, mais uma empresa aérea. A TAM Linhas Aéreas inicia novos voos com modernas aeronaves tipo Airbus 319, com capacidade para 144 passageiros. Estarão entre as de maior capacidade de passageiros em operação. Os voos sairão de em Brasília às 10h45, chegando em Juazeiro às 12h57, diariamente, decolando às 13h27 para Recife, onde chega às 14h34. Sai da capital pernambucana às 15h10 e chega em Juazeiro às 16h17, seguindo para Brasília às 16h51, retornando à Capital Federal, às 19 horas.

O Coordenador de Turismo de Juazeiro, José Roberto Celestino, destacou contato realizado de Juazeiro do Norte em outubro do ano passado, após a Gol anunciar que deixaria de operar na linha Juazeiro/Recife. O Cariri, há muitos anos, segundo ele, mantém estreita ligação com Recife, ressaltando que investidores de segmentos da indústria e do comércio, advogados, professores e estudantes universitários dependem desta ligação rápida, barata e pontual com a capital pernambucana.

O aumento da demanda por transporte aéreo doméstico, que em janeiro deste ano registrou crescimento de 9,1%, acabou influenciando a TAM Linhas Aéreas ao anúncio dos novos voos em três aeroportos do País. A nova empresa aérea passa a atuar em 1º de julho. Além do Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, os aeródromos que tiveram autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operar foram do interior de São Paulo, em Bauru e São José dos Campos.

Serviços e melhoria de infraestrutura estão sendo feitos pela administração da cidade, em torno do Aeroporto Orlando Bezerra, conforme acordo com a Infraero. O mais recente foi a realização de um aterro, colocação de calçamento com meio fio e o asfaltamento de uma rampa, ligando o estacionamento do aeroporto com a Rua Sebastião Regis. Trata-se de uma opção de escoamento e até da ligação dos que vem de Missão Velha, bairros Aeroporto e Pedrinhas ou zona rural de Juazeiro na direção do centro.

Outra ligação já tinha sido feita antes e devidamente asfaltada ao final da Avenida Virgílio Távora a qual já havia sido duplicada. A via receberá iluminação e já foi asfaltada.

Elizângela Santos
Colaboradora

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.