Cultura

Crato realiza neste mês festival de artes cênicas

Guerrilha do Ato Dramático Caririense será constituído por 25 espetáculos a ser encenados neste mês

00:00 · 02.11.2014
Image-0-Artigo-1732037-1
Desde que foi criada, em 2009, a Guerrilha do Ato Dramático Caririense já mobilizou e incluiu mais de 150 espetáculos de teatro, dança e circo
Image-1-Artigo-1732037-1
O objetivo do evento é estimular o aperfeiçoamento técnico e profissional de artistas e, ainda, formar plateias que valorizem a produção nacional e regional ( Fotos: Gessy Maia )

Crato. A partir do próximo dia 6, este município será palco de uma série de apresentações artísticas e culturais. Trata-se da 6ª edição da Guerrilha do Ato Dramático Caririense, que tem como finalidade reconhecer, incentivar, fortalecer e divulgar as artes cênicas na região do Cariri, além de fortalecer as companhias e grupos de teatro, circo e dança, estimulando o aperfeiçoamento técnico e profissional de artistas e, ainda, formar plateias que valorizem a produção nacional e regional. Ao todo, 25 espetáculos serão encenados durante o evento. Todas as apresentações acontecerão na Praça Siqueira Campos, no Centro da cidade, com início previsto para as 19 horas.

A Guerrilha do Ato Dramático Caririrense surgiu em 2009 e se realiza a partir de um movimento permanente em defesa de políticas culturais que verdadeiramente reconheçam, respeitem e elevem o fazer artístico, bem como os próprios artistas, a um patamar de importância e valorização aclamado pela história e reclamado pela atualidade.

O evento é uma realização da Sociedade Cariri das Artes e Cia. Brasileira de Teatro Brincante, em sintonia com companhias e grupos em atividade na região. Conforme o teatrólogo Cacá Araújo, coordenador da Guerrilha, a ação pode ser vista como um tipo de intervenção de impacto na valorização da arte e dos artistas da região, tendo em vista ensejar novas oportunidades de formação e crescimento profissional, geração de renda e difusão dos símbolos culturais que identificam as populações e suas histórias.

"Na verdade, a Guerrilha é um ato de fortalecimento da identidade e de peleja em prol da democratização de meios e bens culturais. Somos lutadores incansáveis em defesa da dignidade humana, da justiça social, da emancipação popular. Todo o trabalho que é desenvolvido acontece, inclusive, no contexto de intensa luta pela plena ativação do Sistema Municipal de Cultura, em que sejam resgatados e respeitados Conselho, Plano e Fundo Municipal de Cultura, além da implementação de políticas de fomento, revitalização e ocupação de equipamentos públicos", observa o coordenador.

A expectativa, conforme Cacá Araújo, é que a edição deste ano supere o número de público registrado no ano passado.

Estimativa

"Estimamos que mais de 8 mil espectadores compartilhem com nossos artistas a celebração da maior atividade artística e cultural das artes cênicas caririense, até o dia 16 de novembro, último dia de Guerrilha", disse, avaliando que a cultura brasileira tem se afirmado pela diversidade, tendo o Cariri se destacado como emblema cultural, resultante de intensas influências, notadamente a ibérica, a africana e a ameríndia.

"A Guerrilha do Ato Dramático Caririense é um evento reconhecido no calendário da cultura cearense e de profunda significação no desenvolvimento das artes cênicas do Cariri, fruto que é da vitalidade e pujança das companhias aqui sediadas. O evento é indispensável à luta em favor da diversidade, respeito e afirmação da identidade cultural brasileira a partir da dramaturgia e encenação produzidas no Cariri cearense", avalia Cacá.

Desde que foi criada, em 2009, a Guerrilha do Ato Dramático Caririense já mobilizou e incluiu mais de 150 espetáculos de teatro, dança e circo, produzidos e realizados por cerca de 30 companhias em funcionamento no Cariri, prestigiados por mais de 30 mil espectadores. (R.C)

Comentários


Li e aceito os termos de regulamento para moderação de comentários do site.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.